Senador Nelsinho Trad intervém por Aparecida do Taboado e Ponta Porã no Ministério da Saúde - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 19 de junho de 2019

Senador Nelsinho Trad intervém por Aparecida do Taboado e Ponta Porã no Ministério da Saúde

O senador Nelsinho Trad (PSD/MS) convocou reunião com o ministro da Saúde, Luiz Henrique Mandetta, para tratar de recursos para Aparecida do Taboado e Ponta Porã. Também estiveram no encontro, na noite de terça-feira (18), o prefeito Robinho Samara (Aparecida do Taboado) e o prefeito Hélio Peluffo (Ponta Porã) e os deputados federais Vander Loubet (PT/MS) e Beto Pereira (PSDB/MS).

Os dois municípios, segundo o senador Nelsinho Trad, precisam de ajuda do Governo Federal. “Aparecida do Taboado necessita aquisição de medicamentos de alto custo por valores mais baixos. Houve um compromisso do ministro Mandetta em ajudar o município. Já o prefeito Hélio Peluffo está batalhando para aumentar o teto de gastos com os atendimentos da saúde pelo SUS (Sistema único de Saúde) em Ponta Porã, uma vez que é uma cidade de fronteira, e como tal, tem a particularidade quanto ao atendimento de uma população que não está georreferenciada no censo do IBGE, do país vizinho, Paraguai”, explicou o senador Nelsinho. 

Para o prefeito de Aparecida do Taboado, haverá solução à demanda. “O ministro nos orientou para que a gente possa ter contrapartida do Ministério na aquisição deste medicamento, o Spiranza, para tratar pacientes com atrofia muscular espinhal, e que nos custa R$ 400 mil reais a cada dois meses”, destacou Robinho Samara.

Programa Saúde na Hora

O prefeito Hélio Peluffo solicitou cadastramento de equipes de quatro unidades de saúde e da Unidade de Pronto Atendimento no Programa Saúde na Hora. Assim, o município terá ampliação em recursos mensais, quando estender o horário de funcionamento de suas unidades de saúde para o período da noite, durante o horário de almoço e, opcionalmente, aos fins de semana.

Além dessa solicitação, Ponta Porã depende de ampliação dos recursos federais para custeio e ampliação mensal do atendimento de média complexidade, que engloba especialidades médicas como ortopedia, otorrinolaringologia, reumatologia, psiquiatria, e exames como tomografia, ressonância magnética, endoscopia e procedimentos de vasectomia.


Fotos: Luis Carlos Campos Sales