Ação na fronteira prende 2 e descobre 4.200 kg de maconha em mata - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 5 de julho de 2019

Ação na fronteira prende 2 e descobre 4.200 kg de maconha em mata

Agentes da Senad (Secretaria Nacional Antidrogas), com apoio das Forças Armadas do Paraguai, iniciaram ontem (4) a Operação Soberania para combater o tráfico de maconha e quadrilhas baseadas na Linha Internacional, perto de Mato Grosso do Sul.
A operação envolve buscas por lavouras de maconha nas colônias Maria Auxiliadora e Alpasa, onde estão concentrados os maiores plantios de cannabis, e ações no perímetro urbano de Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS).
Nas primeiras horas da operação foram apreendidos 4.266 quilos de maconha prensada e 305 quilos de sementes da erva em 19 acampamentos no meio da mata. Também foram cortados e queimados oito hectares de roças de maconha, que produziriam pelo menos 28 toneladas da droga.
Em ações preventivas no perímetro urbano da cidade, a Senad prendeu os paraguaios Emmanuel Díaz Gómez, 23, Edgar David Esperanza Rojas, 23. Edgar não tem antecedentes criminais, mas Gómez é ligado ao narcotraficante brasileiro Helton Leonel Rumich, o “Galã”, que no Paraguai usa o nome de Ronaldo Rodrigo Benítez.
Acusado de comandar o atentado que matou Jorge Rafaat Toumani a mando do PCC (Primeiro Comando da Capital), em 2016, Galã foi preso em fevereiro do ano passado em Ipanema, no Rio de Janeiro.
A promotora de Justiça Nadine Portillo informou que na Mercedes Benz C180 preta ocupada por Emmanuel e Edgar foi encontrada uma pistola austríaca Clock calibre 9 milímetros. A Senad informou que a Operação Soberania não tem data para terminar.
  • Imprimir
  •  
  •