dministração Municipal apoia Projeto “Mais Amor Costa Rica” idealizado por professora de história - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 25 de julho de 2019

dministração Municipal apoia Projeto “Mais Amor Costa Rica” idealizado por professora de história

O Governo de Costa Rica - MS apoia projetos que contribuem à integração entre os órgãos públicos e iniciativas culturais atuantes nas comunidades. Seguindo essa visão, no mês de julho o prefeito Waldeli dos Santos Rosa recebeu em seu gabinete a professora de história Sandra Gercina que apresentou ao chefe do Executivo Municipal o Projeto “Mais Amor Costa Rica”.
Conforme a educadora, o projeto é inspirado em uma famosa tradição de Paris, na França. “Paris é a cidade mais romântica do mundo e durante muitos anos, casais usavam a PontdesArts sobre o Rio Sena para eternizar o amor. E em Costa Rica não será diferente, nossa ideia é que os apaixonados penduravam um cadeado com seus nomes na ponte e jogavam a chave no Rio Sucuriú, tudo isso para simbolizar o amor, como segue a tradição que teve início no final do século XX, em Paris”, explicou Sandra Gercina.
No último dia 14 de julho de 2019, a Prof.ª Sandra Gercina reuniu um grupo de amigos e foi até a ponte sobre o Rio Sucuriú que dá acesso à Avenida Kendy Nakay para dar o “ponta pé” inicial a esse projeto que pode ser tornar também uma tradição em Costa Rica. “Nosso principal objetivo é fazer com que cada dia mais pessoas da cidade pratiquem mais amor e elimine possíveis desavenças que infelizmente já aconteceram em nossa cidade causando inclusive algumas tragédias. Também fazer com que a "Passarela do Amor" fique cada dia mais bonita e bem cuidada, tornando quem sabe muito em breve mais um lindo cartão postal”, enfatizou a professora.
Para o prefeito a iniciativa é muito válida. “Nosso governo sempre apoia e incentiva a realização de projetos artísticos e culturais, de maneira a contribuir na formação de sujeitos de cidadania ativa”, enfatizou Waldeli que complementa: “não temos nenhuma lei que proíba a colocação dos cadeados na ponte, logo não iremos retirar os objetos se eles não estiverem comprometendo a circulação ou a estrutura do local”.
Ainda segundo a professora, os cadeados do amor podem ser colocados a qualquer momento na grade que fica na passarela da primeira ponte da cidade. Essa tradição já acontece em vários locais do mundo onde casais apaixonados, amigos e outros pares colocam suas iniciais nos cadeados e fixam eles em seguida jogam suas chaves simbolizando voto de amor eterno”, explicou Sandra Gercina.
“Minha ideia foi buscar uma forma de disseminarmos o amor. Por meio de um ato tão simples selarmos o amor de um namoro, casamento ou mesmo de uma amizade com um cadeado preso junto a estrutura da ponte sobre o Rio Sucuriú, a primeira construída na cidade”, concluiu a professora.