Volta de “O Rei Leão” faz duas gerações chorarem juntas nos cinemas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 19 de julho de 2019

Volta de “O Rei Leão” faz duas gerações chorarem juntas nos cinemas

Impossível não se emocionar com o filme “O Rei Leão” que conquistou gerações e voltou às telonas 25 anos após a primeira estreia. Pais e filhos lotaram os cinemas de Campo Grande ontem, em dia de estreia. A maioria saiu com os olhos vermelhos, mas outros reclamaram que realismo demais "engessou" a história.
De animação para live action, a sequência faz sentir de novo aquele frio na barriga ao ver Simba (Donald Glover), ainda leãozinho, desbravando a natureza. O público sofre, mas também ri muito com as trabalhadas de Timão (Billy Eichner) um suricato, e Pumba (Seth Rogen) um javali fedorento.
Quem assistiu ao filme ainda na infância chorou de novo com as reviravoltas na história. “A cena da morte do Mufasa é emocionante. Acho que tudo que remete à infância é mais profundo e toca nossas emoções”, disse a analista do Tribunal do Júri, Carol Mougenot, que não segurou as lágrimas no cinema.
Ela é formada em Direito, tem 29 anos, e assistiu ao filme pela primeira vez quando tinha quatro anos. “Foi o primeiro filme que assisti da Disney, sou fã de animações”, afirmou. Carol é casada com o funcionário público, Luís Eduardo Bernardas, 30 anos, e eles são tão fascinados pelo mundo das animações que até viajaram para Disney em 2017, onde passaram a lua de mel. Lá, encontraram o reino da selva e tiraram foto com Rafiki, o babuíno conselheiro que ajuda Simba.