Após 3 anos, polícia não encontrou quem executou brasileira na frente dos filhos - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Após 3 anos, polícia não encontrou quem executou brasileira na frente dos filhos

Após três anos da execução da brasileira Josiane Vanessa Zilio, de 32 anos, em agosto de 2016, a polícia ainda não encontrou os pistoleiros que assassinaram a sangue frio a mulher na frente dos filhos, de 5 e 8 anos, em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia que faz fronteira com Ponta Porã, MS.
Josiane foi morta a tiros de fuzil e pistola 9mm quando chegava em casa. Os tiros atingiram a cabeça da vítima, que morreu no local. Os filhos de Josiane estavam brincando o quintal e viram a mãe ser assassinada.
Na época o ex-marido de Josiane, Walter Rodrigo Arevalos, foi apontado como o mandante do crime, mas nada foi confirmado. Uma varredura chegou a ser feita no presídio onde estava preso Walter para tentar encontrar provas que o ligassem ao crime.
O assassinato de Josiane e sua motivação ainda é um mistério, apesar da polícia apontar que a morte da brasileira seria queima de arquivo.