Com R$ 10 milhões recuperados, Refis do IPTU tem plantão para bater meta - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

domingo, 11 de agosto de 2019

Com R$ 10 milhões recuperados, Refis do IPTU tem plantão para bater meta

Segunda-feira (12) é o último dia para contribuintes com IPTU (Imposto Predial e Territorial Urbano) em atraso renegociarem os valores com a Prefeitura de Campo Grande, seguindo as regras do PPI (Programa de Pagamento Antecipado), mais conhecido como Refis. Até agora, segundo dado apurado pela reportagem  foram arrecadados R$ 10,6 milhões.
Para atingir a meta de R$ 12 milhões de receita, a Central do IPTU está de plantão até às 16h deste sábado (10). Apesar da proximidade com o quinto dia útil, a movimentação é tranquila no local.  Ainda assim, o secretário de Planejamento e Finanças, Pedro Pedrossian Neto, está otimista em bater a meta. "Vai ser possível".
Embora o prefeito Marquinhos Trad (PSD) tenha admitido, em entrevista recente, a possibilidade de prorrogar o prazo, o secretário ainda evita falar em providência do tipo. Na avaliação do prefeito, essa seria uma alternativa para dar nova chance aos contribuintes antes de partir para efetivar a negativação de quem dá calote no IPTU. O sistema para isso está pronto e a base legal é uma decisão do Superior Tribunal de Justiça permitindo o envio de nome de pessoas inadimplentes com tributo aos serviços de proteção ao crédito.
Oportunidade - Entre os contribuintes que foram à Central nesta manhã, os descontos oferecidos são citados como atrativos para quem não conseguiu pagar em dia o imposto sobre a propriedade de imóveis.
Acompanhado dos filhos, o contribuinte Fauze Barbosa, de 46 anos, aproveitou o período da manhã para garantir a redução da dívida. Ele não revelou o valor do imposto, mas considerou o desconto como “ótimo”.
“Consegui um desconto ótimo, uma média de 40% de desconto. Estou satisfeito”, disse. A redução é aplicada sobre o valor das multas e juros.
Já Ednan de Magalhães, de 29 anos, pontuou que em termos de porcentagem o desconto não foi tão alto, mas que mesmo assim conseguirá quitar. “Acho que quanto mais alta a dívida, maior o desconto. O imposto não estava tão alto, mas estou feliz com a redução. Agora dá para pagar”, disse.