Conversa com DNIT sobre alça de acesso à nova ponte está avançada, diz Reinaldo - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 22 de agosto de 2019

Conversa com DNIT sobre alça de acesso à nova ponte está avançada, diz Reinaldo



Na 8ª reunião sobre o corredor rodoviário bioceânico, realizada nesta terça-feira (21), em Campo Grande, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) disse que foi incluído no PPA (Plano Plurianual) da União a obra de uma alça de acesso entre a BR-267 e a ponte sobre o Rio Paraguai em fase de projeto pelo País vizinho. A obra vai ligar Porto Murtinho, no Brasil, a Carmelo Peralta, no lado paraguaio e é parte da nova rota para facilitar o caminho das exportações ao Pacífico.
A previsão é de pavimentação de um trecho de 11 km, com investimentos previstos para o período de 4 anos. O governador ressaltou que o projeto só foi incluso por empenho da bancada federal. Segundo ele, estão avançadas as conversas com o Dnit (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) para colocar recursos na BR-267. “A bancada federal colocou como prioridade a ação do Governo Federal nessa rodovia”, afirmou.
Autoridades paraguaias confirmaram na semana passada a manutenção do projeto de construção de ponte ligando o Brasil ao país vizinho, na fronteira que passa por Mato Grosso do Sul. Também foi anunciada a intenção de deixar reservada, ao lado da estrada que formará a Rota Bioceânica, uma faixa exclusiva para a implantação de ferrovia.
O encontro - Aberto às 9h, no Hotel Deville, 8ª Reunião do Grupo de Trabalho do Corredor Rodoviária Bioceânico, tem a presença do ministro João Carlos Parkinson de Castro, coordenador Nacional do grupo de trabalho, de Patrício Perciavalle, coordenador do grupo pela Argentina; Roberto Ruiz Piraces, embaixador e representante do Chile e Glória Irma Amarilla, coordenadora do Paraguai.

Os trabalhos se encerram amanhã (22), quando está prevista participação do ministro de Relações Exteriores, Ernesto Araújo.