Ministério da Saúde envia técnicos à Bolívia para vacinação contra raiva - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 24 de agosto de 2019

Ministério da Saúde envia técnicos à Bolívia para vacinação contra raiva



Técnicos de vigilância em saúde, do Ministério da Saúde, foram enviados à Bolívia para campanha de vacinação de 40 mil cães e gatos em áreas limítrofes como território brasileiro evitar casos de raiva canina e humana. O trabalho será feito neste fim de semana, em Puerto Quijarro e Puerto Suarez, na região de fronteira, próxima de Corumbá.
Em 2018, o Brasil também apoiou a mesma estratégia em território boliviano. A ação ocorreu por meio de Acordo Interinstitucional Internacional entre os Ministérios da Saúde dos dois países. Em 2019, a ação será novamente apoiada nas cidades bolivianas de Puerto Quijaro e Puerto Suarez, e estendida para San Matias, Guayamerín e Cobija.

O Brasil apoiará a campanha com doação de vacinas antirrábicas caninas e disponibilizará vacinadores brasileiros. A ação contará, ainda, com dois técnicos, que atuam no acompanhamento de ações de vigilância em saúde, do Ministério da Saúde, que irão acompanhar a execução da campanha de vacinação. Uma equipe da OPAS ( Organização Pan-Americana da Saúde) irá acompanhar os trabalhos.
Segundo o Ministério da Saúde, a doação dos insumos ao país vizinho é uma das medidas de segurança para para não permitir que casos da doença entrem no Brasil pelas áreas limítrofes e, além disso não compromete o abastecimento interno do país. Anualmente é realizada campanha de vacinação antirrábica no município de Corumbá, onde foi registrado o último caso de raiva humana, em 2015.
A mais extensa fronteira brasileira é com a Bolívia. São mais de 3 mil km de distância que vão de Corumbá até Assis Brasil (AC).