Professor é suspeito de estuprar cunhada de 15 anos e pais da vítima sabiam - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Professor é suspeito de estuprar cunhada de 15 anos e pais da vítima sabiam

Professor de 33 anos foi indiciado por estupro, acusado de abusar da cunhada de 15 anos há pelo menos três anos. O crime foi denunciado à polícia pela direção da escola onde a vítima estuda, depois que ela relatou o caso aos colegas. O caso ocorreu em Campo Grande.
Conforme informações da delegada Anne Karine Tresivan, da DEPCA (Delegacia Especializada em Proteção à Criança e ao Adolescente), a menina teria relatado na escolaque estava sendo abusada sexualmente pelo cunhado e que ''não aguentava mais''. O caso chegou à direção e os pais da vítima foram chamados.
Os pais da adolescente não tomaram nenhuma atitude e o caso acabou sendo levado à polícia pela direção da escola. Na delegacia, os pais defenderam o genro e relataram que o autor dos abusos seria um parente que morreu em 2014.
Segundo a delegada, a adolescente negou o crime na delegacia, mas há indícios de que ela mentiu por medo. ''Ela negou o crime por medo. Ele ameaçava, dizia que se o caso fosse denunciado iria machucar a sobrinha dela de cinco anos'', disse.
Ainda de acordo com a delegada, a vítima estava sendo abusada há pelo menos três anos e os pais sabiam. Eles aceitavam o crime porque o genro, cunhado da adolescente, pagava as contas da casa. Todos eles moram no mesmo terreno.
O suspeito foi indiciado por estupro de vulnerável, mas continua morando no mesmo local que a vítima. Por isso, a delegada solicitou à Justiça acolhimento para a adolescente.
Os pais da vítima também responderão pelo crime. ''Eles sabiam do caso e omitiram socorro. Vão responder por estupro na modalidade omitiva", explicou a delegada.