Três "gerentes" de quadrilha são presas após sequestro de advogada - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 1 de agosto de 2019

Três "gerentes" de quadrilha são presas após sequestro de advogada

Pelo menos 15 pessoas integravam a quadrilha responsável por série de sequestros relâmpagos em Campo Grande. A Polícia Civil começou a investigar a ação do grupo há um mês e ainda está à caça de dois integrantes, responsáveis pela abordagem das vítimas e roubo dos veículos.
Os roubos eram encomendados por dois internos do sistema prisional que tiveram somente as iniciais divulgadas: R.F.S, 30 anos, e H.Z.F, 36 anos. Porém, a comunicação entre eles e o restante da quadrilha, assim como a responsabilidade pelo cárcere das vítimas e outras atividades do bando, como tráfico de droga recaíram sobre três mulheres: Fernanda Tomé de Oliveira, 23 anos, Gislaine Chevalier Ribeiro de Almeida, 32 anos, e Jessyka Midyan Delgado Manoel, 27 anos.
As ações tiveram início no dia 25 de junho, quando foi roubada uma camionete Toyota Hilux no bairro Coophatrabalho. Durante as investigações, o veículo foi recuperado e Leandro Silva, motorista de aplicativo, foi preso no dia 4 de julho. Fernanda Tomé, responsável pelo cárcere da vítima, foi detida em flagrante por tráfico de drogas, no dia 12 de julho.
As investigações continuaram e identificaram outros quatro roubos de veículos (Ford Fiesta; Ford Ka; Hyundai Creta, e Chevrolet Prisma), sempre com mesmo relato: vítimas sob ameaça de homens armados e mantidas em cárcere até que o veículo fosse levado para a Bolívia.