Com apoio chinês, governo instala 96 câmeras em cidade dominada pelo crime - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 3 de setembro de 2019

Com apoio chinês, governo instala 96 câmeras em cidade dominada pelo crime

O governo do Paraguai ativa nesta quarta-feira (4) o sistema de monitoramento por câmeras em Pedro Juan Caballero, cidade vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande. Doadas pelo governo chinês, 96 câmeras já foram instaladas e serão oficialmente ligadas amanhã pelo ministro do Interior Juan Ernesto Villamayor.
A vigilância por câmeras é mais uma tentativa do governo paraguaio em frear a expansão do crime organizado no trecho mais violento da fronteira entre os dois países.
Pedro Juan Caballero e Ponta Porã estão no epicentro da guerra travada por facções brasileiras pelo controle do tráfico de drogas e de armas na Linha Internacional. Estimativas não confirmadas pela polícia dos dois países estimam em pelo menos cem assassinatos na região de janeiro até agora. A grande maioria não foi esclarecida e a polícia não tem nenhuma pista de mandantes e matadores.
As câmeras instaladas no centro comercial de Pedro Juan Caballero e em alguns bairros mais violentos estão interligadas à central de monitoramento controlada pela Polícia Nacional do Paraguai.
Com o sistema, o governo paraguaio espera coibir a atuação de assaltantes, sequestradores e pistoleiros que agem livremente nas cidades gêmeas, separadas apenas por uma rua. Funcionando 24 horas por dia, as câmeras também poderão ajudar a elucidar crimes e identificar veículos irregulares que cruzam a fronteira.
Pedro Juan Caballero é o destino da maioria dos veículos roubados em Mato Grosso do Sul. Muitos são usados para trazer maconha para o território brasileiro e outros simplesmente ganham placa paraguaia e rodam livremente do outro lado da fronteira.
Além do ministro do Interior, participam do ato amanhã o governador do departamento (equivalente a estado) de Amambay Ronald Acevedo e o embaixador chinês no Paraguai Diego L. Chou.