Nutricionista é presa vendendo maconha por aplicativo de celular - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 11 de setembro de 2019

Nutricionista é presa vendendo maconha por aplicativo de celular

Nutricionista de 32 anos foi presa na noite de ontem (10) em Dourados, a 233 km de Campo Grande, acusada de vender maconha pelo aplicativo de celular WhatsApp. Ela foi flagrada por guardas municipais quando entregava porções de maconha a um grupo de jovens, abordados antes.
Flora Alves Venâncio negou ser traficante e disse que tinha maconha por ser usuária da droga. Entretanto, além das porções encontradas com ela, os guardas acharam mais droga no apartamento em que a nutricionista mora, em condomínio localizado no Jardim Paulista, área central da cidade.
Fazendo mestrado em tecnologia de alimentos e cursando turismo, Flora foi presa depois que guardas municipais abordaram os jovens na Praça do Cinquentenário e encontraram porção de maconha com um deles.

Eles contaram que a droga tinha sido comprada há alguns dias e estava acabando, mas naquele momento iriam comprar mais maconha da fornecedora, na Rua Oliveira Marques. Os guardas acompanharam os rapazes até o ponto de encontro, onde Flora estava em um Gol, acompanhada de um homem.
Os dois foram levados para a Delegacia de Polícia Civil com os adolescentes, mas no local a nutricionista disse que o homem que a acompanhava não sabia da droga. Ele foi liberado e ela autuada em flagrante por tráfico. (Colaborou Adilson Domingos).