De olho em candidatura a prefeito, Miglioli migra para o Solidariedade - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 4 de outubro de 2019

De olho em candidatura a prefeito, Miglioli migra para o Solidariedade



Ex-candidato ao Senado pelo PSDB e ex-secretário de Infraestrutura do governo de Mato Grosso do Sul, o engenheiro civil Marcelo Miglioli filiou-se ao Solidariedade. A intenção é montar “projeto para Campo Grande”, segundo material divulgado à imprensa.
O ok de Miglioli à legenda foi dado nesta semana, durante reunião na Assembleia Legislativa com os deputados estaduais Lucas de Lima e Herculano Borges e ainda o vereador Epaminondas Vicente Silva Neto, presidente da legenda no estado.
“Sinto-me em casa no Solidariedade, temos objetivos comuns de construir um projeto de desenvolvimento econômico, social e político para a nossa Capital, para a qual já tive oportunidade de trabalhar bastante quando coordenei a Secretaria de Infraestrutura do Governo estadual”.

Marcelo disse que historicamente Campo Grande cresceu e se tornou referência para os demais municípios em razão de administrações arrojadas e inovadoras. Hoje, avalia, a Capital perdeu o ritmo de desenvolvimento com o qual a população estava acostumada. “Vamos pensar novos caminhos junto com a população e recolocar Campo Grande no ritmo que se alinhe com as suas potencialidades e a expectativa de seus moradores”, finalizou.
Presidente municipal da legenda, Lucas de Lima elogiou a trajetória de Miglioli, classificada como incrível. O deputado afirmou, ainda, que a candidatura própria nas capitais é uma orientação da direção nacional do partido e “Campo Grande não poderia ficar de fora”.
O Solidiariedade prevê, para o dia 26 de outubro, realização de convenção em Campo Grade com a presença da direção nacional do pátio e convidados.
Miglioli disse que já informou a direção estadual do PSDB de sua desfiliação e que entregará a carta formalmente no início da próxima semana ao presidente estadual Sérgio de Paula, que está fora da Capital esses dias. “Deixo o PSDB agradecido pela oportunidade que tive, tenho muitos amigos tucanos, mas a vida pública impõe novos desafios e eu não sou de fugir deles”, declarou.