Manifestantes bloqueiam trecho de rodovia na fronteira com a Bolívia - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 22 de outubro de 2019

Manifestantes bloqueiam trecho de rodovia na fronteira com a Bolívia



Manifestantes já bloquem trecho que liga Corumbá, a 419 km de Campo Grande, a Santa Cruz de La Sierra, na Bolívia, em protesto por suspeita de fraude eleitoral. O bloqueio ocorre próximo a Roboré, cerca de 250 km da fronteira.

De acordo com o site Diário Corumbaense, foram colocados na estrada pedaços de galhos, pneus, troncos e terra para impedir o tráfego de veículos. Vendas de passagens de ônibus que fazem o itinerário Puerto Quijarro e Puerto Suárez e Santa Cruz de La Sierra foram suspensas pelas 14 empresas prestadoras do serviço.
Em Corumbá, o acesso à fronteira será fechado na próxima meia-noite e somente pedestres poderão circular pelo trecho.
Os protestos começaram na noite de segunda-feira depois da apuração dos resultados das eleições apontarem para vitória do atual presidente, Evo Morales.
A confusão ocorreu porque após o fechamento das urnas, o Tribunal Supremo Eleitoral começou a contagem somando os votos registrados em atas, que traziam os totais de cada mesa, e contanto os votos um a um. Mas apenas os resultados do primeiro foram divulgados num primeiro momento.
No fim da noite de domingo, com 89% das urnas apuradas por meio da contabilidade de atas, Evo tinha 45,7% contra 37,7% de Carlos Mesa, resultado que levaria para o segundo turno. A apuração foi suspensa e nenhum voto computado.
Na segunda pela manhã, o tribunal informou que a apuração um a um apresentava resultado diferente e passou a considerar este como oficial. Com 95,22% das urnas apuradas, Evo foi anunciado vencedor no 1º turno com 46,86% dos votos, contra 36,73% de Mesa.