Calorão de novembro coloca Campo Grande entre capitais mais quentes - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 21 de novembro de 2019

Calorão de novembro coloca Campo Grande entre capitais mais quentes

Campo Grande foi a terceira Capital do País a registrar a maior temperatura nesta quarta-feira. Os termômetros chegaram a registrar 36°C, no período da tarde. A cidade ficou atrás apenas de Cuiabá (36,4°C), no Mato Grosso, e Teresina (36,7°C), no Piauí, conforme os dados do Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia).
Céu limpo deixou o sol arder na tarde desta quinta-feira (Foto: Kisie Ainoã)
As altas temperaturas deixaram os campo-grandenses inquietos. Quem não tinha ar condicionado em casa recorreu às sombras de árvores das pracinhas da cidade para se refrescar.
Ir munido de muita água foi a estratégia da produtora de eventos, Jocimara Bento Palhano, de 42 anos. A preocupação maior é manter hidratada a filha de 3 anos, enquanto se divertem no parquinho. “Eu sempre veio com bastante. Quando me esqueço de trazer, compro. Não dá para deixar sem”.
Para o passeio desta tarde na Praça Belmar Fidalgo, garrafa de 5 litros não foi suficiente. Além de recipiente extra, a produtora levou também suco. Quando estão em casa, a piscina de plástico tem sido a melhor aliada para aliviar o calor. “Hoje mesmo, ela tomou banho de piscina”, relembra.
Manter as garrafinhas cheias também foi à estratégia usada pela jornalista Mariana Calazans, 32 anos, para as filhas e prima brincarem na areia sem preocupação. “Quando está calor assim, eu tento ficar mais em casa. Deixo para sair mais final de tarde, com garrafa de água e protetor solar”, ressalta.

Manter a garrafa de água cheia é estratégia para crianças não desidratarem (Foto: Kisie Ainoã)
Filha de três anos de Jocimara interrompe a brincadeira no parquinho para tomar água (Foto: Kisie Aionoã)
Para a prima e a filha de 9 anos, encher as garrafas nas torneiras disponibilizadas na praça, além de hidratar, se torna brincadeira para matar o calor.
Mesmo quem tem ar condicionado em casa, não aquenta ficar preso. O jeito é procurar alternativa para se refrescar. O produtor musical Gabriel Radamantes, 21 anos, recorreu a água de coco. “Anda muito calor. Fora de casa é difícil. Tem que procurar se hidratar procurando algo para beber”.