Equipes da Assistência Social e Defesa Civil prestam atendimento às famílias em situação de risco devido às chuvas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 13 de dezembro de 2019

Equipes da Assistência Social e Defesa Civil prestam atendimento às famílias em situação de risco devido às chuvas

A Prefeitura de Três Lagoas, por meio de equipes da Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS) e da Coordenadoria Municipal de Defesa Civil, percorreu os bairros mais afetados pelas fortes chuvas localizadas do final da tarde desta quinta-feira (12).
A principal preocupação, seguindo orientações do prefeito de Três Lagoas, Angelo Guerreiro, à secretária de Assistência Social, Vera Helena Arsioli Pinho, foi dar assistência às famílias em situação de risco devido às fortes chuvas e que tiveram suas casas invadidas pela água.
Acompanhadas da Defesa Civil, as equipes dos Centros de Referência de Assistência Social (CRAS) e do Centro de Referência Especializado de Assistência Social (CREAS) estivaram nos bairros Jardim Alvorada, JK, Vila Haro, Jardim das Violetas, Jardim Rodrigues e Santa Júlia, entre outras localidades.
Como relatou o diretor de Proteção Social Especial, Luis Fernando Tondeli Fochi, as equipes da SMAS socorreram duas pessoas idosas, que estavam desnorteadas e perdidas devido às enchentes.
“Atendemos a duas famílias que tiveram suas casas alagadas. Uma dessas famílias perdeu tudo e as pessoas foram atendidas com alimentos, lonas e colchões”, informou Luis Fernando.
“Também oferecemos acolhimento, mas as famílias não quiseram abandonar seus lares e preferiram permanecer nas suas casas”, comentou.
Segundo estimativas do Coordenador Municipal de Defesa Civil, Paulo Leite Menezes, em menos de duas horas choveu o equivalente a 60mm (índice pluviométrico estimado).
“Foi uma chuva típica de verão e localizada, já que, em alguns bairros não choveu”, comentou Paulo Menezes, ao relatar os bairros mais afetados.
Em algumas localidades, como na Rua José Amílcar Congro Bastos, no trecho das imediações do “Piscinão” e no cruzamento com a Avenida Jari Mercante, “as águas chegaram a quase um metro”, contou o coordenador da Defesa Civil.
SERVIÇOS PÚBLICOS
O secretário de Infraestrutura, Transporte e Trânsito (SEINTRA), Adriano Barreto, seguindo também orientação do prefeito Angelo Guerreiro, mobilizou, hoje (13), pela manhã, as equipes do Departamento de Serviços Públicos (DSP), coordenadas por Osmar Dias,  para manutenção e limpeza de bueiros, reparos nas vias públicas e outras áreas, como, por exemplo, a restauração de parte do Córrego Brasília, onde houve acentuada erosão, devido ao elevado volume das águas.
Um dos constantes problemas que estão exigindo atenção das equipes do DSP é o entupimento de bueiros e bocas de dragão, que acabam influenciando no agravamento das enchentes.