Novembro Azul: Procura dos homens pelos exames preventivos foi alta em MS - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 4 de dezembro de 2019

Novembro Azul: Procura dos homens pelos exames preventivos foi alta em MS

O diagnóstico precoce do câncer de próstata ainda é considerado difícil pelo Instituto Nacional do Câncer (Inca). Apesar de ser uma doença fácil de ser detectada, o que atrapalha, segundo o Instituto, é o receio que muitos homens ainda têm em procurar o médico para fazer os exames preventivos.
fotozmatriaznovembrozazul
Mas em Mato Grosso do Sul essa realidade pode estar mudando graças às campanhas de conscientização e o trabalho realizado pela ONG Grupo Onça Pintada. Somente em novembro a entidade atendeu 883 homens durante as 11 ações de prevenção realizadas no Estado.
O número é duas vezes maior do que a quantidade de mulheres que participaram das ações preventivas de câncer de mama durante o Outubro Rosa, que ficou em 415.
Para o presidente da ONG, Rodrigo Machado, o resultado é surpreendente e mostra que o objetivo do GOP, de quebrar as barreiras do preconceito, está sendo alcançado.
“Ao longo dos anos criou-se uma ideia de que as mulheres cuidam mais da saúde do que os homens, e realmente isso acontecia. Porém, os nossos números de atendimentos em novembro mostram que essa realidade está mudando e os homens estão sim preocupados com a saúde e, sobretudo, com a prevenção do câncer de próstata”, disse ele.
Há 18 anos “na estrada” realizando programas voltados para a saúde da população de Mato Grosso do Sul, o Grupo Onça Pintada criou o Programa Saúde do Homem em conjunto com o médico urologista Dr. Jamal Salen. Para ele, embora o resultado das ações realizadas em novembro seja ótimo, é preciso intensificar ainda mais as ações de prevenção.
“O Novembro Azul é um mês de lembrança para os homens. O câncer de próstata é a segunda doença que mais mata homens no Brasil e no mundo. Os homens têm medo, mas aos poucos estão procurando ajuda. Com a evolução da medicina surgiram outras opções, além do toque retal, como o exame de sangue PSA e o ultrassom, para detectar o câncer de próstata. Se após estes exames ainda restar alguma dúvida, daí sim optamos pelo toque retal. Mas hoje os homens estão deixando sim este preconceito de lado. O número de pacientes que participam das ações do Grupo Onça Pintada em novembro foi grande, maior do que a quantidade de mulheres atendidas. Temos que continuar fazendo este trabalho de conscientização”, explicou.
Durante as ações do Novembro Azul, além das 883 consultas, foram realizados em todos os homens atendidos o exame de ultrassom da próstata. No interior, o Grupo Onça Pintada visitou durante o mês as cidades de Corguinho, Aral Moreira, Amambai, Caracol, Taboco, Rio Brilhante, Ponta Porã e Mundo Novo. Em Campo Grande esteve nos bairros Vila Margarida, Bairro Campo Nobre, Vila Fernanda, Bairro Vida Nova e Bairro Nova Lima.
Caminhada do GOP
O trabalho do Grupo Onça Pintada acontece durante os 12 meses do ano, mas em novembro ações foram reforçadas. Ainda este ano a previsão é realizar outras 9 ações de prevenção de câncer de próstata, mama e dois mutirões de mamografia.
Atuando há 18 anos em Mato Grosso do Sul, desenvolvendo projetos na área da saúde, entre eles, de prevenção e combate ao câncer de próstata, onde os homens são atendidos gratuitamente, realizando desde os exames mais simples até os mais complexos. A entidade possui aparelhos de ultrassom e também um mamógrafo e conta com uma equipe de voluntários que inclui médicos, enfermeiros, psicólogos e assistentes. Em casos cirúrgicos os pacientes são encaminhados para a rede pública de saúde, mas recebem todo o apoio e orientação do Grupo Onça Pintada, que oferece acompanhamento até o final do tratamento.
Entenda o Novembro Azul
Novembro Azul é um movimento mundial que acontece para reforçar a importância da prevenção e do diagnóstico precoce do câncer de próstata. A doença é o segundo tipo de câncer mais comum entre os homens brasileiros. Os sintomas? A doença pode não apresentar ou apresentar poucos sintomas em sua fase inicial. Em alguns casos, os sinais são parecidos com os do crescimento benigno da próstata: dificuldade de urinar, necessidade de urinar mais vezes durante o dia ou à noite. Na fase mais avançada, o paciente pode ter dores nos ossos, sintomas urinários ou, nos casos mais graves, infecção generalizada ou insuficiência renal. Em caso de dúvidas, a orientação é sempre procurar um médico.