Consórcio Guaicurus ainda não foi notificado e tarifa continua a R$ 4,10 - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 8 de janeiro de 2020

Consórcio Guaicurus ainda não foi notificado e tarifa continua a R$ 4,10

O Consórcio Guaicurus ainda não foi notificado da decisão liminar do TCE (Tribunal de Contas do Estado) de Mato Grosso do Sul que suspende o reajuste de 15 centavos da tarifa de transporte público em Campo Grande. Sem o aviso formal, o diretor-presidente do Consórcio, João Rezende, afirmou, na manhã desta quarta-feira (8), que também não tem como se posicionar sobre o assunto.
"A gente desconhece o teor de todo o processo por isso não têm como dar informações. Vamos tratar disso com o departamento jurídico tão logo que tenhamos essas informações", justificou Rezende. "Vamos aguardar a notificação", completou.
O diretor-presidente do Consórcio explicou que não é possível dizer quando o valor antigo (sem reajuste) passará a valer e se a empresa irá judicializar a questão. "Vamos aguardar essa notificação, após ela, vamos tomar todas as decisões. Não estou querendo fugir, mas não tem como responder sem ter conhecimento", reiterou.
Questionado sobre as irregularidades enumeradas pelo TCE, que justificou a liminar, Rezende adiantou que os pontos deverão ser apurados. "De repente está faltando informação, algum tipo de esclarecimento. O Consórcio tem todo o zelo sobre esse contrato", disse.No Terminal Morenão, na Avenida Costa e Silva, a cobrança continua a mesma: R$ 4,10. Depois de comprar passes para a semana, a diarista Cícera da Silva, de 57 anos, voltou ao guichê para perguntar qual o valor correto. Segundo ela, o próprio cobrador não sabia de nenhuma mudança. Ela ainda conta que usa dois passes por dia para trabalhar.
Este também é o caso da diarista Rosângela dos Anjos, de 55 anos. Por dia, ela gasta R$ 8,20 para trabalhar. "Parece que R$ 0,15 é pouco, mas no final do mês dá bastante diferença",