Empresa dona de carne jogada na rua fornece comida para o Exército - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 16 de janeiro de 2020

Empresa dona de carne jogada na rua fornece comida para o Exército

A Polícia Civil conseguiu identificar a empresa responsável pela carne jogada de forma irregular na Rua Marquês de Herval, no Bairro Nova Lima e agora investiga como e por que ocorreu este descarte. O estabelecimentos é fornecedor de alimentos para o Exército Brasileiro.
Com base nas etiquetas encontradas nas carnes, o delegado Maércio Alves Barbosa da Decat (Delegacia Especializada de Repressão aos Crimes Ambientais e de Atendimento ao Turista) chegou até duas empresas localizadas na Rua Eduardo Santos Pereira. Segundo ele, os estabelecimentos são de mãe e filho e estão localizados no mesmo terreno.
A empresa apontada nas etiquetas é a Biazus Conveniência Eireli que foi aberta em março de 2018 e é descrita como “comércio varejista de mercadorias em geral”. Desde a abertura, foram firmados quatro contratos com Ministério da Defesa para fornecimento de alimentos para o Exército. Todos eles ainda estão em vigência, conforme informações do Portal da Transparência. 
O primeiro dos contratos foi assinado em junho de 2019 com vigência até junho deste ano. O valor é de R$ 14.105,78 para fornecimento de alimentos, mais especificamente amido, para o 9º Grupamento Logístico, localizado na Vila Alba, em Campo Grande.
Em seguida foi assinado outro no valor de pouco mais de R$ 34 mil para o 14° Grupo de Artilharia de Campanha, localizado em Pouso Alegre (MG). Dentre os produtos solicitados, suco, queijo, picolé e requeijão. O prazo de vigência deste contrato termina em julho deste ano.
No dia 29 de outubro foi firmado outro contrato no valor de R$ 84.180,00 para fornecimento de feijão e suco para o Depósito de Subsistência de Santa Maria, em Santa Maria (RS) e no dia 11 de novembro outro dos mesmos produtos, mas com valor de R$ 162 mil também para Santa Maria (RS).