Nota atribuída à facção condena execução de jornalista: “covardia” - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 17 de fevereiro de 2020

Nota atribuída à facção condena execução de jornalista: “covardia”

Atribuída ao PCC (Primeiro Comando da Capital), mensagem que circula em grupos de WhatsApp desde sábado (15) condena a execução do jornalista Lourenço Veras, o Leo, e classifica o ato como “covardia extrema”. A facção é apontada pelas investigações como suspeita do assassinato, ocorrido na noite da última quarta-feira (12), em Pedro Juan Caballero, vizinha de Ponta Porã (MS) - a 323 km de Campo Grande, capital sul-mato-grossense.O suposto comunicado do PCC tem data do dia 16 de fevereiro, hoje, mas foi noticiado pela rádio paraguaia Futura 97,5 FM ainda no sábado. O jornal ABC Color, também paraguaio, publicou captura de tela com a nota.