Arakaki notou queda na movimentação dos clientes no restaurante no domingo, um dia após as confirmações dos casos em Campo Grande. Nesta segunda (16), ele orientou os funcionários a reduzir a quantidade de refeições para evitar desperdício. “Normalmente domingo e segunda a movimentação é boa, mas assim que percebi mudança pedi para eles reduzirem. Percebi que tinha algo estranho no ar”, finalizou. - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 17 de março de 2020

Arakaki notou queda na movimentação dos clientes no restaurante no domingo, um dia após as confirmações dos casos em Campo Grande. Nesta segunda (16), ele orientou os funcionários a reduzir a quantidade de refeições para evitar desperdício. “Normalmente domingo e segunda a movimentação é boa, mas assim que percebi mudança pedi para eles reduzirem. Percebi que tinha algo estranho no ar”, finalizou.

Escolas particulares de Campo Grande decidiram suspender as aulas para os alunos já a partir desta terça-feira (17), um dia antes de passar a valer o decreto municipal, recomendando o fechamento das instituições para evitar o risco de contaminação do novo coronavírusO retorno às aulas, no entanto, está marcado para o próximo dia 30, dez dias antes da determinação da prefeitura para a Rede Municipal de Ensino.

Nos colégios Montessori, Bionatus e Visconde de Caiuru, que atende em maioria a comunidade japonesa na Capital, os comunicados passaram a ser divulgados durante o dia.

No Colégio Harmonia as aulas dos terceiros e sextos anos do ensino fundamental, estão suspensas desde esta segunda-feira (16) após a confirmação de que o pai de duas alunas, contraiu a doença

Amanhã o comparecimento ainda vai ser facultativo, mas a partir de quarta todas as aulas estarão suspensas até o próximo dia 30, conforme comunicado. Outras escolas tradicionais da Capital como Dom Bosco e Nova Geração, por exemplo, ainda estão com as aulas mantidas, mas durantes as aulas estão sendo repassadas aos alunos orientações sobre higiene e outros cuidados relacionados a doença.

O decreto – A partir da próxima quarta-feira (18) estão suspensas as aulas em todas as escolas da Rede Municipal de Ensino. O prazo inicial de retorna às aulas estava marcado para o dia 30, mas foi estendido até 7 de abril. Também fecham os Centros de Convivência de Idosos e Centros de Referência de Assistência Social.

Desde esta segunda-feira (16) também estão proibidos eventos com mais de 100 pessoas, o que atinge shows, cinemas, igrejas e cultos. O retorno às aulas, no entanto, está marcado para o próximo dia 30, dez dias antes da determinação da prefeitura para a Rede Municipal de Ensino.

Nos colégios Montessori, Bionatus e Visconde de Caiuru, que atende em maioria a comunidade japonesa na Capital, os comunicados passaram a ser divulgados durante o dia.

No Colégio Harmonia as aulas dos terceiros e sextos anos do ensino fundamental, estão suspensas desde esta segunda-feira (16) após a confirmação de que o pai de duas alunas, contraiu a doença

Amanhã o comparecimento ainda vai ser facultativo, mas a partir de quarta todas as aulas estarão suspensas até o próximo dia 30, conforme comunicado. Outras escolas tradicionais da Capital como Dom Bosco e Nova Geração, por exemplo, ainda estão com as aulas mantidas, mas durantes as aulas estão sendo repassadas aos alunos orientações sobre higiene e outros cuidados relacionados a doença.