CPI e Energisa iniciam retirada de equipamentos em Campo Grande para perícia na USP-São Carlos - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 18 de março de 2020

CPI e Energisa iniciam retirada de equipamentos em Campo Grande para perícia na USP-São Carlos

A CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) da ALMS (Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul), junto a Energisa, Procon-MS (Superintendência para Orientação e Defesa do Consumidor) e representantes de sociedade civil organizada iniciaram na manhã desta quarta-feira (18) a retirada dos relógios que serem periciados na USP-São Carlos (Universidade de São Paulo Campus de São Carlos).

O relator da CPI, o deputado estadual, Capitão Contar (PSL), acompanha pessoalmente uma das 10 equipes da concessionária neste trabalho. Para atestar a transparência e eficácia da ação, um integrante da CPI acompanha cada equipe.

“Cada assessor ou membro da CPI vai acompanhar toda a ação de retirada destes equipamentos, do qual o consumidor já havia previamente reclamado no Procon e há uma queixa em processo. Foi a partir desta base de dados que fizemos o sorteio”, explica o parlamentar e acrescenta, “estamos empenhados em todas as etapas deste trabalho, pois queremos dar lisura em todas as fases deste assunto que afeta diretamente a população sul-mato-grossense, que clama por uma resposta sobre o serviço público que arca”.

Dentro de 7 dias úteis, espera-se coletar os 200 relógios. O equipamento original da UC (Unidade Consumidora) será lacrado, assinado pelo cliente, Energisa e CPI. Eles ficarão acondicionados na Concessionária ao fim de todo o processo de coleta. No dia 27, vão ser transportados para a USP-São Carlos para a realização da perícia.