Quarentena ou Férias de março? Estudantes ignoram medida e se aglomeram em bares do lado brasileiro - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 18 de março de 2020

Quarentena ou Férias de março? Estudantes ignoram medida e se aglomeram em bares do lado brasileiro

Na última semana após dois casos serem confirmados em Assunção, o governo paraguaio decretou 15 dias de quarentena nos principais estabelecimentos, universidades e escolas do país como medida preventiva ao novo coronavírus COVID-19 a fim de evitar aglomerações. Mas, a cena em que vemos na fronteira de Pedro Juan Caballero com Ponta Porã , um dos maiores polos universitários do Paraguai tem sido muito distante da realidade em que vivem os demais países afetados pelo vírus, falta consciência por parte das pessoas e principalmente dos universitários, ao contrário do que as autoridades pensavam muita gente não fica dentro de casa, a realização de calouradas e festas nos bares do lado brasileiro até mesmo durante a semana tem sido frequente, levando centenas de universitários a se aglomerarem ignorando as medidas de prevenção estabelecidas pelo governo e a OMS - Organização Mundial Da Saúde.
É importante lembrar que não é proibido sair de casa, todos têm o direito de ir e vir porém, estamos no meio de uma pandemia e evitar aglomerações ajuda na redução do número de casos que apesar de ainda ser baixa na região, a nossa fronteira é "porta de entrada" para o vírus tendo em vista que recebe diariamente milhares de turistas.Preocupados com a situação, foi criado um comitê juntamente com autoridades brasileiras e paraguaias a fim de combater a entrada do vírus na fronteira, a economia já sente de perto os efeitos, o maior shopping de importados da América latina, o Shopping China anunciou na manhã desta segunda-feira (16) que fechará as portas por tempo indeterminado.
Vamos fazer a nossa parte. Cada um fazendo o "seu sacrificio" de ficar em casa, todo mundo ganha. São só 15 dias. Vamos cooperar. Não é férias, é quarentena!