Baixo movimento desanima e comércio não aproveita horário estendido - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 16 de abril de 2020

Baixo movimento desanima e comércio não aproveita horário estendido -

Mesmo com autorização para funcionamento até às 19 horas, o baixo movimento no centro de Campo Grande não anima os lojistas, que encerraram o dia de trabalho, nesta quarta-feira, às 18h.

De comércios maiores ao menores, a sensação era a mesma: de que não vale a pena ficar até mais tarde, porque não há clientes. Gerente da Montreal Magazine, Perivaldo Ferreira, de 38 anos, afirma que a ideia inicial era estender o horário, mas isso, se todos ficassem.

“Nesse primeiro momento e com esse movimento (baixo), vamos no máximo até 18h30”, disse.

A dona de uma loja de roupas, Gleicy Campos, 35 anos, afirma que “está liberado ficar até 19 horas, mas ninguém está ficando. Eu fico até umas 18h30 para tentar recuperar os dias de atraso”, afirma.

Além disso, ela diz que tem um número considerável de clientes fidelizados que acaba indo na loja após as 18 horas e “conseguimos atender quem não conseguia vir”. Funcionária de um estabelecimento que vende capas e acessórios para celular, Thaynara Mendonça, 25 anos, diz que a loja fica aberta até 18h30, no máximo, mas que o “movimento mesmo acaba a partir de umas 17 horas”, revela. Em sua avaliação, ela acredita que as pessoas estão acostumadas com o horário antigo e por isso não vão ao centro -