Cerca de arame é cortada e Exército paraguaio reforça efetivo - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Cerca de arame é cortada e Exército paraguaio reforça efetivo -

Mais militares chegaram na madrugada desta quarta-feira (22) a Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS),   323 km de Campo Grande. Eles vão reforçar as barreiras do Exército que desde março impedem a circulação de pessoas entre as duas cidades. O Paraguai está há 43 dias em quarentena total, com fronteiras, portos e aeroportos fechados por causa da pandemia do novo coronavírus. - A chegada do reforço ocorre menos de um dia após parte da cerca de arame farpado entre as duas cidades ser cortada por vândalos. A cerca foi instalada pelos próprios militares no dia 26 do mês passado em um trecho de pelo menos oito quilômetros, separando o centro das duas cidades.

Ontem à noite, a cerca foi cortada em alguns trechos, mas será refeita, segundo o tenente-coronel Luis Apesteguía. Em entrevista nesta manhã, ele afirmou que o Exército vai ampliar as barreiras para cumprir a determinação do governo federal.

“Estamos apenas cumprindo nossa função. Essa missão continua. Os paraguaios precisam se unir. Temos um inimigo comum, que é o coronavírus”, afirmou. Ontem, militares paraguaios abriram uma valeta perto da Aduana de Pedro Juan Caballero, para impedir a passagem de veículos.