Com mais 10 casos de covid-19, Três Lagoas desinfeta unidades de saúde - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 24 de abril de 2020

Com mais 10 casos de covid-19, Três Lagoas desinfeta unidades de saúde

A Secretaria Municipal de Saúde de Três Lagoas confirmou mais 10 casos de novo coronavírus e atualizou o total para 34 ocorrências da doença no município. Entre os novos registros está a contaminação de um menino de 7 anos, primeira criança com covid-19 na cidade da região leste, que já conta três mortes.

A atualização saiu no boletim municipal de quinta-feira (23), no fim da tarde. Se comparado com o informativo divulgado na quinta (16) da semana anterior, quando haviam sido confirmados 16 casos, o número de casos saltou 112,5%.

Além da criança, três mulheres idosas entraram para as estatísticas de casos confirmados no município - de 87, 82 e 77 anos. Outras quatro mulheres, de 50, 39, 35 e 26 anos, além de dois homens, de 46 e 33 anos, completam as dez novas ocorrências.

Dos dez novos casos, nove tiveram contato com outros casos confirmados, com exceção ao menino de 7 anos, que também não tem histórico de viagem.

Apesar do número alto, com índice de 28 casos a cada 100 mil habitantes (no Brasil, a taxa é de 23 por 100 mil), nenhum dos pacientes confirmados está hospitalizado. Conforme boletim, cinco deles já finalizou quarentena e se recuperou da doença.

Três Lagoas chegou a 122 notificações suspeitas e 5 casos ainda não investigados em laboratório. Três pessoas já morreram em decorrência da covid-19 na cidade - a última ontem, uma idosa de 76 anos.

Desinfecção - Ontem (23), a prefeitura de Três Lagoas iniciou operação para descontaminar unidades de saúde. A ação começou pelas UPA 24h (Unidade de Pronto Atendimento), passou pelos postos de saúde dos bairros Jupiá, Vila Piloto, Jardim Atenas, Paranapungá, e contemplou Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) e Centro Odontológico.

Nesta manhã, o entorno do Hospital Auxiliadora também foi sanitizado. A frente de higienização ainda passará pela prefeitura e pelo Exército.
Hospital Auxiliadora, referência para tratamento do novo coronavírus na cidade, passa por desinfecção (Foto: Divulgação/PMTL)