Decreto quer acabar com ''festinhas'' e cria regra para churrasco em condomínios - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 25 de abril de 2020

Decreto quer acabar com ''festinhas'' e cria regra para churrasco em condomínios

A Prefeitura de Campo Grande deve publicar na próxima segunda-feira (27), um decreto para estabelecer normas de uso de salões de festa e quadras de esporte nos condomínios residenciais da cidade. A medida é um pedido da Associação dos Síndicos de Mato Grosso do Sul, depois de muitas reclamações sobre vizinhos que andam abusando durante a pandemia.

Assim como nas reuniões anteriores, ao ar livre, o prefeito Marquinhos Trad (PSD) se reuniu na manhã deste sábado (25) com representantes da associação na Esplanada Ferroviária. A intenção é esclarecer o que pode ou não ser feito pelos moradores nas áreas externas dos condomínios.

Durante a reunião, ficou determinado que quiosques podem ser usados, mas não é permitido convidados. Apenas os moradores da casa ou apartamento poderão se reunir no local. Salões de festas continuarão fechados.

As quadras continuarão fechadas para esportes que tenham contato físico ou proximidade, como vôlei, futebol e basquete. A única prática esportiva permitida é o tênis, ainda assim com regras que serão especificadas no decreto.

As academias também devem continuar liberadas, desde que sigam as regras de restrição a 30% da capacidade,  higienização com a limpeza dos equipamentos, uso de álcool em gel e máscara, além distanciamento de no mínimo  1,5 metro entre uma pessoa e outra.

Segundo o presidente da Associação, Alex Garcez, com a publicação do decreto, os síndicos terão mais autonomia para cobrar os moradores e tirar dúvidas em relação ao que é permitido nos condomínios.

Ainda segundo o presidente, apesar da recomendação do distanciamento social, muitos moradores continuam fazendo festinhas dentro dos apartamentos e casas com pessoas de fora. ''É importante ter esse decreto específico como forma de prevenção contra a doença dentro desses locais", disse. Marquinhos Trad acatou o pedido da entidade e ressaltou a importância das medidas. ''Entendi as demandas e a necessidade do decreto para não ter dúvidas entre as pessoas que moram em condomínios. Ele sairá na próxima segunda com todos os detalhes", disse o prefeito.