Já são duas pessoas mortas pelo coronavírus em Campo Grande desde domingo - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Já são duas pessoas mortas pelo coronavírus em Campo Grande desde domingo -

Em 24 horas, Campo Grande passou de nenhuma morte por covid-19 para dois óbitos. Segundo a Sesau (Secretaria Municipal de Saúde), as vítimas são mulheres de 71 e 62 anos. Uma morreu ontem e outra hoje. Os casos foram divulgados na manhã desta segunda-feira (13). - A primeira é uma paciente crônica em tratamento de infecção urinária. A primeira idosa faleceu na madrugada de domingo no Hospital Regional Rosa Pedrossian (HRMS). Ela havia dado entrada no sábado, dia 11 de abril, no CRS (Centro Regional de Saúde (CRS) Tiradentes, por volta de 15h36, com queixa de falta de ar e dificuldade de respirar. Lá permaneceu em observação. Há 12 dias teria relatado falta de apetite e febre, segundo a prefeitura.

Em razão da evolução do quadro, às 17h20, ela teve transferência autorizada para o HRMS (Hospital Regional Rosa Pedrossian), onde morreu, no domingo.

Hospital privado – A outra  vítima, de 63 anos, estava internada desde o dia 28 de março no Hospital Unimed, em Campo Grande, e o óbito foi registrado nesta segunda-feira, dia 13, às 5h40. Ela fazia tratamento de câncer de mama.

Em nota, o hospital lamentou a morte e ressalvou que "seguiu todos os protocolos necessários, bem como as normas e determinações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar, visando preservar a sua segurança e lhe oferecer a melhor assistência à saúde".

A mulher estava internada desde o dia 28 de março em UTI da unidade hospitalar privada.

Números -  A cooperativa lamenta a perda da paciente e ressalta que seguiu todos os protocolos necessários, bem como as normas e determinações do Ministério da Saúde e da Agência Nacional de Saúde Suplementar, visando preservar a sua segurança e lhe oferecer a melhor assistência à saúde.

Até o dia 12 de abril Campo Grande registrou 54 casos confirmados e 32 suspeitos de infecção pelo novo coronavírus.

 -