Marido de jovem assassinada em atentado foi jurado de morte por facção - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 2 de abril de 2020

Marido de jovem assassinada em atentado foi jurado de morte por facção -

Informações apuradas pela Polícia Civil apontam que o marido da jovem executada em um atentado, na tarde desta quinta-feira (2), estava jurado de morte por uma facção criminosa. O crime de hoje seria vingança por outro assassinato. A vítima, identificada como Sônia Estela Flores dos Santos, de 22 anos, estava com a filha de 4 meses no colo quando foi ferida. - Conforme o delegado Ricardo Meirelles, da 3º Delegacia de Polícia Civil, investigações preliminares já descartaram motivação passional para o crime e confirmaram que Sônia foi atingida por engano.

 o delegado afirmou que o atentado dessa tarde foi encomendado por uma facção criminosa, para vingar um assassinato supostamente cometido pelo marido da vítima.

Para a polícia o homem contou que há cerca de um ano foi acusado de matar um “menino” e chegou a ser preso pelo crime. Depois de seis meses na prisão, a principal testemunha do homicídio mudou a versão e ele foi solto. Há dois meses estava morando com a família de novo e nessa tarde saiu de carro, um Chevrolet Celta, para deixar a mãe da na casa da irmã, no Jardim Noroeste.

Em depoimento relatou que ao deixar a residência da irmã, percebeu os autores observando, parados em uma esquina. Eles estavam de moto, e assim que a família saiu de carro foi perseguida pela dupla. Nas palavras do homem, logo o motociclista emparelhou com ele e o passageiro sacou a arma e atirou. - 8520/