MS tem pior taxa de isolamento do País e impacto deve chegar em duas semanas - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 10 de abril de 2020

MS tem pior taxa de isolamento do País e impacto deve chegar em duas semanas

Com apenas 42,3% da população em casa, Mato Grosso do Sul registra, nesta Sexta-Feira Santa (10), a pior taxa de isolamento social do Brasil. O índice deve impactar no aumento significante de casos de novo coronavírus no Estado em duas semanas, projetam autoridades em Saúde Os dados de isolamento social foram atualizados hoje pelo médico infectologista e pesquisador da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Júlio Henrique Croda, durante transmissão ao vivo diária da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

Os dados de isolamento social foram atualizados hoje pelo médico infectologista e pesquisador da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz) e da UFMS (Universidade Federal de Mato Grosso do Sul), Júlio Henrique Croda, durante transmissão ao vivo diária da SES (Secretaria de Estado de Saúde).

O Estado superou Tocantins (42,6%) no relaxamento da medida e está à frente, também, de Mato Grosso (44%) e Bahia (45,6%). As unidades da federação que melhor cumprem a recomendação da OMS (Organização Mundial de Saúde) são Goiás (54,1%), Distrito Federal (53,8%), Ceará e Amazonas (52,2%).

A média nacional de isolamento social está em 48,4%.

Durante transmissão, o titular da SES, Geraldo Resende, pontuou a “relação direta do afrouxamento com surgimento de novos casos, e que podem derivar para novas mortes”.

Já Júlio Henrique Croda revelou “diminuição importante” de 10% na taxa de isolamento do Estado nas últimas semanas.