PONTA PORÃ| Marcelino deixa a Secretaria de Segurança do Município e volta para a Câmara - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 3 de abril de 2020

PONTA PORÃ| Marcelino deixa a Secretaria de Segurança do Município e volta para a Câmara

Por força da Lei Eleitoral que estabelece um prazo mínimo para desincompatibilização, Marcelino Nunes deixa a nesta sexta-feira (3), a secretaria de Segurança Pública de Ponta Porã e retorna para a Câmara de Vereadores. Marcelino assumiu o cargo em maio de 2017 e recebeu do prefeito Hélio Peluffo a missão de dar mais segurança e tranquilidade para a população de Ponta Porã.

Formado em Direito com Direito com pós-graduado em Direito Processual Civil e em Metodologia do Ensino Superior; pós graduação em segurança pública e mestrando em Direito Internacional, ele este à frente de centenas de ações que culminaram em benefícios para a comunidade.

Na gestão de Marcelino Nunes foi implantada a Guarda Civil Municipal de Fronteira que hoje é uma referência em termos de segurança pública para outras guardas de todo o Brasil. Nos últimos anos a corporação tem sido aparelhada e sua tropa tem recebido treinamento especializado.

Mas recentemente a Guarda Civil de Ponta Porã tem tido uma atuação destacada nas ações de combate ao COVID 19, onde atua no auxílio a outros órgão de segurança e governamentais e na fiscalização dos decretos de exceção sancionados pelo Executivo Municipal, Estadual e Federal.

De acordo com os levantamentos a Secretaria de Segurança Pública tem incorporado ao patrimônio municipal 100 revólveres calibre 38, 70 coletes balísticos, Duas viaturas Blazer, uma viatura Voyage, uma viatura EcoSport, uma viatura Fusion, uma viatura Strada, três viaturas Logan, uma viatura Honda Fit Twist, uma caminhonete L 200, um Pálio Weekend, nove motocicletas Lander, duas motocicletas Tornado, uma motocicleta CB 300.

Também foram adquiridos 10 rádios de comunicação portáteis HT, 10 rádios Motorola, um duplexador, sete microcomputadores, quatro bicicletas, uma Scooter, 12 caixas baú para motocicletas, uma perua Volkswagen Kombi, um caminhão baú Volkswagen, duas TVs LDS de 32 polegadas além do uniforme completo da Guarda Civil Metropolitana.

Com uma presença marcante principalmente nos bairros da periferia e nos eventos realizados em Ponta Porã durante sua passagem pela Secretaria, Marcelino contabilizou 5895 rondas preventivas, 6151 Boletins de Atendimentos, 5300 notificações de trânsito, 364 veículos foram removidos, 104 Boletins de Ocorrências, foram realizadas 13 custódias de presos e foram feitas 65 escoltas de presos.

Foram apreendidos também 539 quilos de maconha, dois quilos de pasta base de cocaína, um quilos de cocaína em diversas ações realizadas no combate ao tráfico de entorpecentes, um dos maiores problemas da fronteira.

Ao encerrar o ciclo na secretaria, Marcelino agradeceu a tropa da Guarda Civil e a todos os servidores da pasta e aos demais secretários que sempre colaboraram com o trabalho dele. Nunes lembrou também da parceria desenvolvida com policiais brasileiros e paraguaios, da Receita Federal e do Exército Brasileiro, a secretaria de Segurança Pública do Estado e a todos que de uma forma ou outra colaboraram com o trabalho dele frente a pasta.

O ex-secretário aproveitou também para agradecer ao prefeito Hélio Peluffo, pela confiança e pelo apoio dado ao trabalho da secretaria e da Guarda Municipal. “Sempre que precisamos o prefeito estava pronto para ajudar e as cobranças feitas por ele era somente o anseio da população por mais segurança, conforto e tranquilidade dentro e fora de suas casas”, disse Nunes.

Ele lamentou ter que deixar a secretaria em um momento muito importante para o município, para o Brasil e para o mundo que é o enfrentamento da pandemia do coronavírus e a dengue. “Volto para a Câmara mas vou continuar trabalhando nas ruas em prol ao combate ao coronavírus e a dengue principalmente e principalmente no setor de segurança a qual tenho fortes ligações”, finalizou Marcelino.

Fonte: Capitanbado