Priorizando a saúde do MS, emenda destinada por Antonio Vaz chega aos municípios para o combate do coronavírus - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 13 de abril de 2020

Priorizando a saúde do MS, emenda destinada por Antonio Vaz chega aos municípios para o combate do coronavírus

O deputado estadual Antonio Vaz (Republicanos), viabilizou quase R$ 1 milhão para o combate do coronavírus em Mato Grosso do Sul. O Estado já registra 101 casos da doença e 2 óbitos. No mundo todo, mais de 22 mil pessoas já morreram.

Priorizando a saúde, o deputado Antonio Vaz destinou o auxílio para 19 municípios que receberão investimentos para os hospitais, unidades básicas e outros, conforme o parlamentar, que é um dos porta-vozes na transparência de informações do Covid-19, a saúde será prioridade. “São cerca de R$ 900 mil que vou destinar para o enfrentamento desse vírus. Vamos passar por essa guerra, sendo vencedores e para isso acontecer é preciso investir pesado”, afirmou Vaz.

Até o momento, Campo Grande, Miranda, Ladário, Paranaíba, Corumbá, Rochedo, Costa Rica, Maracaju, Água Clara, Cassilândia, Batayporã, Mundo Novo, São Gabriel e Nova Andradina já receberam o benefício. “Meu objetivo é proporcionar melhorias para essas cidades, estou de prontidão para ajudar o povo sul-mato-grossense a vencer esse mal, também realizei a solicitação em caráter de urgência para a limpeza e desinfectação das ruas da Capital, não podemos parar, é meu dever, como parlamentar interceder pelo povo’’ comentou Vaz. 

O investimento para os municípios é necessário para a saúde, já que os casos aumentaram, conforme nova atualização do boletim epidemiológico divulgado pela SES (Secretaria Estadual de Saúde) nesta segunda-feira (13). Mato Grosso do Sul tem 101 casos confirmados do coronavírus e 63 em investigação. No Brasil existem cerca de 22.169 casos confirmados da doença e 1.223 óbitos.

Prevenção ao coronavírus

A ciência já mostrou que para se prevenir da doença, a higiene é a principal aliada. Por isso, é preciso fazer uma boa higienização das mãos, usar com frequência álcool 70%. Os lares, onde as pessoas têm passado a maior parte do dia por causa do isolamento social, também precisam de cuidados e de limpeza diária. Uma dica é usar água sanitária durante a limpeza dos móveis.

O Ministério da Saúde também orienta aquelas pessoas que precisam sair de casa: mantenha uma distância de pelo menos um metro das demais pessoas; cheguem em casa, retire os sapatos na entrada, em seguida coloque as roupas para lavar e tome um banho imediato. 

Sintoma da doença

Casos mais leves podem se parecer com gripe ou resfriado comum, dificultando a detecção. Já casos mais graves podem evoluir para pneumonia e síndrome respiratória aguda grave ou causar insuficiência renal. Os sintomas incluem febre alta, tosse, dificuldade para respirar e lesões pulmonares.

Por: Adriana Ximenes