Sanesul orienta moradores sobre interligação de esgoto - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 22 de abril de 2020

Sanesul orienta moradores sobre interligação de esgoto

A Sanesul está implantando ou ampliando a rede de coleta e tratamento de esgoto em várias cidades de Mato Grosso do Sul. São dezenas de obras, sendo que a maior parte delas é de execução de redes coletoras e ligações nos bairros e centros.
Para que o tratamento do esgoto aconteça corretamente, é preciso que sejam feitas todas as obras de infraestrutura com as tubulações que passam nas ruas e seguem até as estações de tratamento- ETEs, respeitando todas as etapas de um longo processo de saneamento.
Em algumas localidades atendidas pela empresa de saneamento de MS, onde há obras de esgotamento em execução, as equipes têm notado que os moradores estão se adiantando e fazendo a interligação da rede residencial na rede de rua da empresa, antes da Sanesul liberar os acessos.
“Esse adiantamento acaba atrapalhando e é irregular, ou seja, prejudica o meio ambiente e o próprio morador”, comenta o Gerente Regional em Nova Andradina, Jair Ribeiro, e responsável pela operação de mais onze cidades.  
O gerente explica que o processo correto deve acontecer da seguinte forma: “Primeiro a Sanesul deixa todas as instalações do sistema de esgotamento sanitário prontas, finalizando as redes de coleta nas ruas, e as estações elevatórias de esgoto bruto que ajudam a levar os resíduos domésticos até a Estação de Tratamento de Esgoto – ETE.Depois, funcionários da empresa notificam pessoalmente o consumidor/morador para fazer a interligação da casa”.  
“Esse é o processo correto, e garante que o esgoto chegue ao seu destino final de tratamento. Quando o morador não espera o término das obras e faz a sua interligação, ele acaba contribuído para o processo inverso, ou seja, o esgoto não chegará na ETE e vai se perder no meio do caminho, poluindo o meio ambiente da região onde ele mora”, orienta o gerente.
É importante lembrar que, se for encontrada irregularidades na ligação de esgoto, o morador pode ser responsabilizado por causar poluição ao meio ambiente, sujeito a multa por dano ambiental conforme as leis vigentes.
“Por isso, é importante que os moradores sigam as orientações das equipes locais, para que nada seja feito de forma ilegal. Desativar a fossa séptica e interligar a residência ao sistema de esgoto da empresa deve ser feito apenas após a notificação oficial da empresa”, concluiu o gerente.
Para a segurança dos moradores, as equipes que fazem o trabalho de comunicar sobre as interligações, sempre utilizam uniformes e crachás com a identificação do prestador de serviço e Sanesul.
Saneamento é fundamental para promover a saúde pública, melhorar a qualidade de vida da população e evitar a poluição do meio ambiente. É com este pensamento que o Governo do Estado, por meio da Sanesul, busca recursos para a realização de obras de esgotamento sanitário em todo o Estado. O objetivo é a universalização do serviço para todos os moradores e a contribuição da população é importante para que todo o processo seja feito da melhor maneira possível.