Semana começa com quase mil pessoas em fila de agência para saque de auxílio - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 4 de maio de 2020

Semana começa com quase mil pessoas em fila de agência para saque de auxílio

A cena se repete, mas a cada dia com recordes em movimentação. Nesta segunda-feira, uma fila com quase mil pessoas se formou na agência da Caixa Econômica, localizada na Avenida Gury Marques.

A maioria das pessoas estava sem máscara, não respeitou a distância segura (1 metro e meio) e foi ao local para sacar o auxílio emergencial do governo federal. Para aumentar a quantidade de gente nas agências, hoje também começa a ser pago o "Saque Aniversário", benefício liberado para quem nasceu em março e abril.

A Caixa Econômica começou os atendimentos às 8h, mas antes desde a madrugada já havia pessoas na porta. Para minimizar o problema e agilizar o atendimento, um grupo de funcionários já percorria a fila para dar orientações e saber que serviços as pessoas foram realizar no local, já que em muitos casos eram atividades que poderiam ser resolvidas pelo aplicativo, sem precisar ir na agência.

As pessoas chegaram por volta das 5h da manhã, com a intenção de ocupar as primeiras colocações na fila, e ter um atendimento mais rápido. O primeiro que chegou foi Hermes Pereira, de 69 anos, que já está aposentado, mas precisava fazer um ajuste na sua conta, para sacar o auxílio.

“Tenho uma conta conjunta com a esposa e por isso não estava conseguindo transferir este recurso (auxílio) para outra, por isso tive que vir aqui resolver direto na agência”, contou ele à reportagem.

Eduardo Pereira, 54, que é autônomo, foi logo cedo para fila, já que era a primeira vez que tentaria sacar o recurso. “Estava tentando pelo aplicativo, mas toda hora que iria concluir o processo, o sistema travava, então preferi vir até aqui para garantir”.

Passou mal – Depois de horas de espera, um homem de 30 anos passou mal e começou a ter convulsões no meio da fila. Logo o Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência) chegou, prestou os primeiros atendimentos e o levou para o UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Universitário. A irmã dele contou que ele tinha saído muito cedo de casa, antes das 5 da manhã, na tentativa de ser atendido logo. "Ele foi sem comer nada", contou.

A auxiliar de limpeza Maria Madalena Souza, 60, também chegou cedo, por volta das 5 da manhã, mas admitiu que nem tentou usar o aplicativo do banco. "Meu dinheiro foi liberado dia 30 e resolvi sacar direto no caixa", justifica.

Fila na frente da agência da Caixa Econômica, na Avenida Gury Marques (Foto: Marcos Maluf)