Com recorde em denúncias, moradores reclamam que ligam, mas ninguém atende - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 8 de junho de 2020

Com recorde em denúncias, moradores reclamam que ligam, mas ninguém atende -

Conforme algumas medidas de isolamento social vão afrouxando e a população fica cada vez mais relaxada na prevenção contra a covid-19, o número de denúncias encaminhadas aos órgãos de Segurança Pública da cidade cresce exponencialmente.

 De acordo com boletim diário de ocorrências da GCM (Guarda Civil Metropolitana), que fiscaliza ruas e estabelecimentos da cidade durante o toque de recolher, o último final de semana registrou 934 ligações referentes ao descumprimento do decreto. Um recorde. - Junto desse número, vem também o tempo de espera para o registro da denúncia, o que tem exigido cada vez mais paciência. - No último final de semana, por exemplo, moradora do bairro Guanandi diz que ligou mais de 40 vezes para o número 190, da PM (Polícia Militar), e só conseguiu dormir por volta de 5h da madrugada e também recorreu ao 153 da Guarda, sem sucesso.

"Das 23h até as 5h da manhã, som alto, risadas e conversa alta. Não é a primeira vez, toda semana isso acontece, mas a Polícia nunca vem".

A preocupação dela e de várias outras pessoas, é referente ao aumento na infecção pelo vírus, que é potencializada quando há aglomerações de pessoas, sobretudo em festas.

Já a moradora no bairro Rita Vieira reclama que ficou na fila de ligações e só conseguiu dormir às 3h da madrugada no domingo. "É frequente os moradores da casa aos fundos da minha fazerem festas com música alta e diversas pessoas".

No bairro Parque do Lageado, zona sul da cidade, o morador Marcos Silva se indignou porque mesmo denunciando festa que aconteceu do meio-dia até às 22h, no 190, nenhuma viatura apareceu. -