Após assembleia, sindicato ameaça paralisação do transporte coletivo - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 20 de julho de 2020

Após assembleia, sindicato ameaça paralisação do transporte coletivo -

Após duas horas de assembleia na manhã desta segunda-feira (20), o STTCU (Sindicato dos Trabalhadores do Transporte Coletivo) ameaçou paralisar as atividades do transporte público de Campo Grande caso não seja revista proposta da Prefeitura que prevê aplicação de multa aos motoristas. - “Se tiver que parar um ou alguns dias a gente vai parar. O que não podemos aceitar é pai de família ter de pagar para trabalhar”, disse Demétrio Ferreira de Freitas, presidente do STTCU.O representante da categoria promete ainda resposta com “sérias consequências” caso algum dos 1.500 motoristas do transporte coletivo seja multado pelo Município. “Se a Prefeitura não mudar isso ou  não nos procurar para encontrar uma solução, na primeira multa aplicada nós vamos tomar providências”, afirma.

Com a paralisação dos ônibus nas primeiras horas da manhã, muitos passageiros foram pegos de surpresa. quem não podia se atrasar teve de gastar com corridas de aplicativo. Somente às 7 horas, após o fim da reunião, os ônibus começaram a sair das quatro garagens da cidade para atender a população, que lotava terminais e pontos por toda a cidade.

Reclamação - Alvo de críticas, a lei municipal transforma punições administrativas em multa aos trabalhadores. Entre as medidas, prevê, por exemplo, cobrança de penalidade ao motorista que embarcar passageiro fora do ponto ou ao trabalhador que atrasar o horário previsto para rota determinada, coisas consideradas corriqueiras na rotina diária. -