Abandonado por companheiros, pistoleiro ferido é preso na fronteira - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 19 de agosto de 2020

Abandonado por companheiros, pistoleiro ferido é preso na fronteira -

Homem de 41 anos, encontrado agonizando e com ferimentos de bala na madrugada desta quarta-feira (19), é suspeito de participar do atentado que deixou um morto e um ferido na noite de ontem em Pedro Juan Caballero, cidade paraguaia vizinha de Ponta Porã (MS), a 323 km de Campo Grande O paraguaio Francisco Areco Fleitas foi encontrado por moradores por volta de 3h da madrugada em uma rua na colônia Cerro Cora’í. Ele estava deitado em colchão e enrolado por uma manta. - Francisco tinha ferimentos de tiros no peito e no joelho esquerdo e foi levado para o Hospital Regional de Pedro Juan Caballero, onde segue internado com escolta policial.

Conforme a Polícia Nacional do Paraguai, Francisco tem as características de um dos pistoleiros que na noite de ontem mataram o servidor da Prefeitura de Pedro Juan Caballero, Saturnino Rojas Palácio, 56, e feriram o brasileiro Anderson Ariel Rodrigues Silva, 33. Inicialmente havia notícia de que o filho de Saturnino também teria sido baleado, mas a informação não foi confirmada.

O alvo dos pistoleiros era o brasileiro. Funcionário de uma casa de câmbio do lado paraguaio, Anderson já havia escapado de outro atentado a tiros, em Ponta Porã. Ele é vizinho do homem morto.

Ao sair para ver o que estava acontecendo, Saturnino foi alvejado pelos tiros e morreu. Um policial paraguaio que estava próximo ao local trocou tiros com os pistoleiros. Francisco teria sido ferido nesse momento e abandonado pelos companheiros. -