Bolsonaro preferiu Damares Alves em live no lugar de Paulo Guedes - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sexta-feira, 28 de agosto de 2020

Bolsonaro preferiu Damares Alves em live no lugar de Paulo Guedes

Presidente quis evitar que a transmissão semanal tivesse um caráter político, apenas para sinalizar que estava tudo bem entre ele e o ministro da Economia.

O ministro da Economia, Paulo Guedes, era esperado para participar da live semanal do presidente Jair Bosonaro na noite desta quinta-feira (27). Mas, pouco antes da transmissão ir ao ar, o chefe do executivo anunciou que estaria ao lado de Damares Alves, ministra da Mulher, da Família e dos Direitos Humanos.
Segundo fontes do Planalto, a mudança partiu do próprio Bolsonaro, que preferiu Damares. Os dois conversaram antes de desmarcar o encontro e quiseram evitar que a transmissão tivesse um caráter político apenas para sinalizar que o ambiente está bom entre os dois. 
A participação de Guedes era aguardada após uma semana marcada pela divergência pública do ministro com o presidente sobre o Renda Brasil.
Na live, Bolsonaro afirmou ser “impossível” manter o auxílio emergencial em 2021. Ele garantiu o benefício até dezembro e disse que os próximos pagamentos devem variar entre R$ 200 e R$ 600.
Para criar o Renda Brasil, o Ministério da Economia propõe acabar com outros programas, para poder ampliar valor e número de pessoas que recebem o Bolsa Família, sem, no entanto, furar o teto de gastos.
Bolsonaro não gostou da primeira proposta da equipe econômica e ontem (27) disse que não iria mandar ao Congresso Nacional o projeto de Guedes de usar os recursos do abono salarial do Pis/Pasep para o novo programa Renda Brasil. “Não posso tirar de pobre para dar para paupérrimos”, justificou.
A declaração gerou dúvidas sobre a permanência de Guedes no cargo. O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, defendeu Bolsonaro dizendo que ele estava correto na avaliação sobre o Renda Brasil.