Em noite de palestras, programa de prevenção ‘Eu me Amo, Eu me Cuido 60+’ da Cassems aborda a atenção à saúde para idosos durante a pandemia - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 5 de agosto de 2020

Em noite de palestras, programa de prevenção ‘Eu me Amo, Eu me Cuido 60+’ da Cassems aborda a atenção à saúde para idosos durante a pandemia

Na última segunda-feira (03), os beneficiários Cassems com mais de 60 anos e familiares interessados em saber mais sobre qualidade do envelhecimento participaram de uma live com palestras gratuitas de profissionais de saúde, sobre prevenção e cuidados durante a pandemia. O programa de prevenção ‘Eu me Amo, Eu Me Cuido 60+’ oferece uma linha de cuidados específica para idosos, com acompanhamento frequente e atençãomultidisciplinar para o corpo e a mente.
A diretora de Assistência à Saúde da Cassems, Maria Auxiliadora Budib, explica que o trabalho com beneficiários de mais de 60 anos é feito há 7 anos, com a implantação do primeiro Centro de Prevenção (CMP). “Com a orientação para o isolamento social, desde março, o CMP de Campo Grande e Dourados estão fechados. Então, os nossos idosos que faziam hidroginástica, pilates, musculação, cozinha saudável e toda a parte da nutrição, da confraternização, ficaram sem essas atividades. Não ter mais os encontros, companhia dos amigos e professores, pode desanimá-los”.
De acordo com Maria Auxiliadora, a live foi realizada para relembrar a importância de manter os cuidados em saúde, mesmo que em casa. “Neste momento, Mato Grosso do Sul enfrenta um aumento expressivo de contaminação da Covid-19, mas precisamos manter a prevenção, mesmo que sem sair de casa. Devemos dormir bem, acordar feliz, fazer atividades físicas, manter contato com a família e, quando possível, ver outras formas de comunicação também, para estarmos felizes e equilibrados. Nós vamos passar por isso e vamos sair vitoriosos”.
A geriatra Ana Paula Penaforte, que atua na Clínica da Família Cassems, participou da live e salienta que ações como essas são importantes para que os beneficiários da Caixa dos Servidores com mais de 60 anos não se sintam esquecidos neste momento. “Fiquei muito feliz e satisfeita em participar, pois esse tema é fundamental neste momento que estamos vivendo, precisamos ter um olhar carinhoso para os pacientes idosos e pensar em um envelhecimento saudável”.