Em tempos de pandemia, médium de cura Paulo Neto realiza tratamento dia 11 de agosto terça feira. - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 10 de agosto de 2020

Em tempos de pandemia, médium de cura Paulo Neto realiza tratamento dia 11 de agosto terça feira.

 O tratamento de cura é realizado  sempre  às terça feiras,  às 17 horas (horário de Mato Grosso do Sul) com o médium de cura Paulo Neto, da cidade de Campinas (SP).

        Para o tratamento do dia 11 de agosto os necessitados devem deixar nome e endereço, cidade e no horário,  entrar em prece, com um copo de água.

 

         Orientação: É necessário  preparar-se para o tratamento espiritual. No dia, não comer carne nem beber álcool.             

          Obs.: Após a operação, fazer repouso, conforme esta orientação abaixo: 

       Visão, audição, enxaqueca e problemas cerebrais: não assistir TV, evitar muita claridade de forma geral, não forçar o cérebro.

        Amidalite, bronquites e sinusite: o repouso é somente quanto à temperatura ambiente e dos alimentos ingeridos.
       Coração: três dias de repouso absoluto e mais quinze dias de repouso parcial (não varrer, não costurar, não cozinhar e não dirigir). 
        Aparelho digestivo, pâncreas, estômago, intestino e fígado: repouso – fazer alimentação leve, com abstinência total de álcool. 
         Aparelho reprodutor, próstata, trompas, ovário, útero: repouso de três dias. 
        Varizes: repouso de três dias. 
        Coluna: três dias de repouso absoluto e mais  quinze dias de repouso parcial, evitando movimentos bruscos. 
        Pede-se ao assistido: colocar perto  uma garrafa com água para fluidificar.

        Maiores informações com o Jornalista Luiz Corrêa da Silveira Filho (Luizinho), pelo telefone (67) 3521-0808. 

        Eficácia do tratamento espiritual: os necessitados deve entrar em contato com o jornalista Luiz Corrêa, pelo  telefone (67) 3521 0808.

        Tenhamos em mente que:

       As doenças que invadem nosso corpo são acúmulos de energias de baixa vibração, que emitimos ou com as quais sintonizamos através da desarmonia para com as Leis Divinas. Quando a dor e o sofrimento aparecem é porque o equilíbrio precisa ser refeito. As dificuldades que vivemos são etapas necessárias para semear o amor  em nosso coração.  O tratamento espiritual  visa reencontrar a harmonia e acabar com a fonte do desequilíbrio.

          Jesus realizou inúmeras curas, presenciais ou não, sendo que uma das mais impactantes foi a cura do servo do centurião, relatada no capítulo 7, 1 a 10, do Evangelho de Lucas: "E, depois de concluir todos estes discursos perante o povo, entrou em Cafarnaum. E o servo de um certo centurião, a quem muito estimava, estava doente, e moribundo. E, quando ouviu falar de Jesus, enviou-lhe uns anciãos dos judeus, rogando-lhe que viesse curar o seu servo. E chegando eles junto de Jesus, rogaram-lhe muito, dizendo: É digno de que lhe concedas isto, porque ama a nossa nação, e ele mesmo nos edificou a sinagoga. E foi Jesus com eles; mas, quando já estava perto da casa, enviou-lhe o centurião uns amigos, dizendo-lhe: Senhor, não te incomodes, porque não sou digno de que entres debaixo do meu telhado; e por isso ainda não julguei digno de ir ter contigo; dize, porém, uma palavra, e o meu criado sarará. Porque  também eu sou homem sujeito à autoridade, e tenho soldados sob o meu poder, e digo a este: Vai; e ele vai; e a outro: Vem; e ele vem; e ao meu servo: Faze isto; e ele o faz. E, ouvindo isto Jesus, maravilhou-se dele, e, voltando-se, disse à multidão que o seguia: Digo-vos que nemn ainda em Israel tenho achado tanta fé. E, voltando para casa os que foram enviados, acharam são o servo enfermo". 

        Esta cura feita  a distância por Jesus mostra bem o poder da fé, imprescindível no restabelecimento, para qualquer doença. A fé, a que Jesus se referiu nestes termos: "...porque em verdade vos digo que, se tiverdes fé como um grão de mostarda, direis a este monte: passa daqui para acolá e há de passar; e nada  vos será impossível". (Mateus, 17, 20)

          O monte  a que Jesus se refere é o monte  dos nossos erros e das nossas imperfeições. Realmente, se tivermos  a fé verdadeira, nada nos será impossível. Neste sentido, Jesus disse, no Sermão do Monte: "Pedi, e dar-se-vos-á; buscai, e encontrareis; batei, e abrir-se-vos-á". Mateus, 7, 7)  ou seja, quem se  ajuda a si mesmo, o céu o ajudará. 

          Assim, que todos os que procuram o atendimento espiritual, que o façam com fé, não a fé vacilante, mas a fé verdadeira, certo de que Deus, Jesus e os bons Espíritos que nos acompanham  estão no comando, para dar a cada um sempre o melhor, dentro da programação de vida de cada Ser. 

Luiz Corrêa da Silveira Filho