Por mais agilidade, avenidas Zahran e Júlio de Castilhos vão ganhar “onda verde” Sistema deve contribuir para dar mais fluidez ao trânsito e diminuir engarrafamentos em horários de pico - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 17 de agosto de 2020

Por mais agilidade, avenidas Zahran e Júlio de Castilhos vão ganhar “onda verde” Sistema deve contribuir para dar mais fluidez ao trânsito e diminuir engarrafamentos em horários de pico


Trecho da Avenida Júlio de Castilhos, na região oeste de Campo Grande (Foto: Arquivo)

As avenidas Eduardo Elias Zahran e Júlio de Castilhos terão semáforos sincronizados para garantir a chamada “onda verde”. A medida tenta diminuir engarrafamentos nos horários de maior trânsito.


Segundo divulgou a prefeitura de Campo Grande, o sistema dá agilidade ao fluxo de veículos. Para garantir sinaleiro aberto em todos os cruzamentos, o motorista deve dirigir em velocidade média de 40 km/h.
O diretor-presidente da Agetran (Agência Municipal de Transporte e Trânsito), Janine de Lima Bruno, disse que a ativação da onda verde na Júlio de Castilhos depende apenas de um ajuste técnico e até o meio da semana deve estar funcionando. Na Zahran, a sincronização ainda carece de aprovação da Energisa para passagem de fibra ótica nos postes.

De acordo com o município, 17 vias já contam com onda verde: as avenidas Afonso Pena, Mato Grosso, Calógeras e Fernando Corrêa da Costa; e as ruas 13 de maio, Rui Barbosa, Pedro Celestino, Pe. João Crippa, José Antonio, 13 de Junho, Arthur Jorge, Antonio Maria Coelho, Bahia e 25 de dezembro.

A prefeitura alega que a sincronização obedece a controladores semafóricos programados pela Agetran, que possibilitam organizar melhor o “abre e fecha” dos sinaleiros.