Corpo parcialmente carbonizado era de homem que cumpriu pena por tráfico Vítima foi identificada pela Polícia Civil e após sua atual mulher ser encontrada - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

domingo, 13 de setembro de 2020

Corpo parcialmente carbonizado era de homem que cumpriu pena por tráfico Vítima foi identificada pela Polícia Civil e após sua atual mulher ser encontrada

Camionete estava junto ao corpo (Foto: Silas Lima)

Foi identificado como Ronaldo Neponuceno Neves, de 48 anos, o homem encontrado morto nesta manhã de sábado (12) na região do Ceuzinho, na zona rural de Campo Grande, saída para Rochedo. Ele estava parcialmente carbonizado.

A reportagem apurou que ele era réu violência doméstica conta a ex-companheira. Também esteve preso por tráfico de drogas, além de ter cumprido pena por estelionato. Nas identificações, ele aparece como comerciante.

O corpo de Ronaldo foi encontrado só de cueca, ao lado de uma caminhonete Ford Ranger totalmente queimada na estrada de entrada da cachoeira que fica no local e é atração turística. Além do corpo, as chamas chegaram a atingir a vegetação ao redor.

A suspeita é de que o homem tenha sido executado no local. Havia marcas de sangue no corpo e o GOI (Grupo de Operações e Investigações) foi acionado para realizar os trabalhos no local, assim como a perícia criminalística e a PM (Polícia Militar).

Ronaldo foi identificado pela sua atual mulher, que levou seus documentos para checagem da polícia. Ela também reconheceu o corpo. O crime pegou que surpresa banhistas, trilheiros e ciclistas que chegaram ao local nesta manhã.

O caso segue sob investigação e foi registrado como homicídio qualificado com emprego de veneno, fogo, explosivo, asfixia, tortura ou outro meio insidioso na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.