Terroristas libertam peão sequestrado com ex-vice-presidente paraguaio - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 15 de setembro de 2020

Terroristas libertam peão sequestrado com ex-vice-presidente paraguaio -

 Os guerrilheiros do  EPP (Exército do Povo Paraguaio) libertaram na tarde desta segunda-feira (14) o peão Adelio Mendoza, de 21 anos, que foi sequestrado na última quarta-feira (09) com o seu patrão o ex-vice-presidente do Paraguai, Óscar Denis Sánchez, de 74 anos.


Adelio foi solto em uma estrada próximo à fazenda Tranquerita, de onde ele e o político foram levados e que inclusive, pertence ao Óscar. A propriedade fica na região entre os departamentos de Concepción e Amambay, a 60 km de Ponta Porã (MS).


Em vídeo divulgado pelo portal ABC Color o jovem aparece em sua comunidade indígena Pãi Tavyterã, chorando e bebendo água enquanto é acalmado por outros moradores do local. O ex-vice-presidente, no entanto, continua sob o poder do grupo terrorista. A suspeita das autoridades paraguaias é de que o cativeiro fique próximo da fazenda do política.


Também é esperado que o jovem tenha trazido alguma mensagem do grupo para ser divulgada à família e para a polícia. A libertação de Adelio já havia sido anunciada pelos criminosos, na sexta-feira (11) em carta enviada à família do ex-presidente. Mendoza estava com o patrão em uma camionete, quando eles foram interceptados pelo grupo de criminosos em uma estrada dentro da fazenda Tranquerita.


As buscas de militares da FTC (Força-Tarefa Conjunta) aos sequestrados continuam com apoio de índios da comunidade Pãi Tavyterã, da qual Adelio faz parte. O governo do Paraguai, inclusive, ofereceu recompensa 1 bilhão de guaranis - em torno de R$ 1.200 - em dinheiro a quem revelar informações que possam levar aos quatro principais líderes do grupo terrorista EPP (Exército do Povo Paraguaio). -