Faltando um mês para as eleições, Manoel aparece com 3850 votos de vantagem nas intenções de voto em Camapuã - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Faltando um mês para as eleições, Manoel aparece com 3850 votos de vantagem nas intenções de voto em Camapuã

 Pesquisa estimada realizada no início de outubro aponta que em Camapuã o candidato a prefeito Manoel Nery (DEM) tem 49,84% das intenções de voto, com 35 pontos à frente do segundo colocado e uma vantagem de 3.865 votos. 

O percentual representa que até o momento ele é o candidato escolhido por mais de 5.400 eleitores do total de 10.914 que vivem no município. 

Realizada entre os dias 8 e 9 deste mês, a pesquisa aponta ainda que em segundo lugar está o candidato Luiz Gonzaga (PP), com 14,43% das intenções de voto. 

Dra. Márcia (PSD) aparece em terceiro, com 4,92% e, por último, Marcos Aurélio (Podemos) com 0,98% das intenções de voto. 

Manoel Nery também o candidato menos rejeitado pela população. De acordo com a pesquisa, apenas 4,59% dos eleitores responderam que não votariam nele, enquanto Marcos Aurélio ficou no topo da lista com 23,93% de rejeição. Já Dra. Márcia aparece com 14,10% e Luiz Gonzaga com 6,89% de rejeição. 

Do total de entrevistados quase a metade, 49,92%, não rejeitam nenhum candidato. 

O levantamento foi feito pelo Instituto de Pesquisa e Resultados (IPR), a pedido do site Idest Comunicação Ltda.

Ainda segundo o relatório, votos nulos e brancos representam 3,93% e 25,90% dos entrevistados não quiseram ou não souberam dizer em qual candidato devem votar. Os que não souberam somam 1,64% do total de entrevistados. 

Na pesquisa espontânea, aquela em que as pessoas respondem livremente em quem votariam, Manoel também acumula 36,72% das intenções de voto, Luiz Gonzaga 9,18%, Dra. Márcia 0,98% e Marco Aurélio 0,33%. 

Não souberam ou não quiseram responder 49,84% dos entrevistados e brancos e nulos representaram 2,95%. 

No total foram ouvidos 305 eleitores e a margem de confiança é de 95%, quando a de erro é de 5,5% para mais ou para menos. A pesquisa foi registrada na Justiças Eleitoral de Mato Grosso do Sul com o número MS-08061/2020.