Lançamento de livro de Jota Menon reúne mais de 300 participantes na primeira Noite Cultural de Zigurats - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quinta-feira, 15 de outubro de 2020

Lançamento de livro de Jota Menon reúne mais de 300 participantes na primeira Noite Cultural de Zigurats

 Mais de 300 pessoas, entre moradores e visitantes que se deslocaram de outras regiões do Estado e do país, participaram do lançamento do livro “Capricho do destino” que marca a estreia do jornalista Jota Menon, do Grupo Impacto de Comunicação, no mundo da literatura.

A publicação da primeira obra literária do jornalista teve apoio cultural total do empresário Urandir Fernandes de Oliveira, diretor do BDM Digital, a mais nova e rentável criptomoeda do Brasil, e do Instituto Dakila Pesquisas, e o lançamento aconteceu em Tarde de Autógrafos e Noite Cultural no Monumento Escalonado (pirâmide) da Cidade de Zigurats.

À noite, enquanto as famílias que se reuniram em Zigurats aplaudia ao show de alto nível proporcionado pelo multiartista Paulo Prado, a organização da Noite Cultural servia um coquetel a todos os presentes.Antes do músico Paulo Prado iniciar uma seleção dos maiores sucessos internacionais e da MPB do momento e do passado, foi franqueada a palavra para que os principais atores do evento se manifestassem aos presentes.

Maria Goreti de Sousa, diretora do jornal Correio MS, falou em nome dos empresários dos meios de comunicação, oportunidade em que ressaltou inúmeras qualidades no profissional Jota Menon, “as maiores delas o companheirismo e a humildade” e afirmou que ele surpreendeu mais uma vez os colegas ao debutar no mundo da literatura “de cara com um romance”.O radialista e jornalista Eli Sousa, diretor do Grupo Impacto de Comunicação, relatou um pouco da história de Jota Menon “que se confunde com a história de Impacto” e destacou o fato de o profissional trabalhar em sua equipe há praticamente 30 anos. Ele elogiou a capacidade do jornalista e elencou alguns prêmios de jornalismo que ele já venceu concorrendo com reportagens no Jornal e na Revista Impacto e no jornal Maracaju Hoje, de Maracaju.

Urandir Fernandes não economizou elogios ao agora escritor Jota Menon e o cumprimentou pela capacidade de superação demonstrada ao enfrentar um sério problema de saúde sem se deixar abater. O empresário que apoiou a produção literária desde o seu início disse que nada acontece por acaso, mas, sim, porque tudo tem uma causa e fez previsão de que muito breve o conteúdo do romance que acaba de ser lançado poderá ser adaptado para se tornar uma produção cinematográfica.Embora não tenha se aprofundado no tema, durante entrevista que concedeu à TV CH que transmitiu o evento ao vivo, ele admitiu que uma equipe de profissionais ligados ao Instituto Dakila Pesquisas já analisa o conteúdo do romance ante a visão de que pode se tornar um excelente roteiro para um longa-metragem o que marcaria, também, a estreia do grupo empresarial comandado por Urandir Fernandes de Oliveira no mundo da “Sétima Arte”.O jornalista Jota Menon, mesmo enfrentando dificuldades para falar, dirigiu-se ao público presente para agradecer a acolhida que teve em Cidade de Zigurats onde ele e sua família foram tratados “como nobres”.

Em sua fala, ele contou um pouco de sua luta contra o câncer que lhe extirpou as cordas vocais e a laringe e consequentemente a fala, mas admitiu que existem males que realmente vêm para o bem, tanto que reconheceu que só depois de passar pela dramática cirurgia de laringectomia total com esvaziamento cervical encontrou ânimo para concluir o romance que começou a escrever há mais de 13 anos.

Paulo Prado canta e encanta à entrada do Monumento Escalonado em Cidade de Zigurats – Assessoria Dakila

Depois de agradecer seus familiares, aos colaboradores do livro, com destaque para Paulo Prado, autor dos grafites e da capa da obra, e ao empresário Eli Sousa, seu parceiro de labuta de quase 30 anos, Jota Menon se emocionou ao dirigir-se ao empresário Urandir Fernandes que patrocinou o livro na totalidade de seu custo gráfico e preparou uma grande festa para o primeiro lançamento da obra.– Palavras não são suficientes para expressar e nem mesmo para dimensionar a importância de sua atitude, Urandir Fernandes. Nesse Brasil em que os produtores de cultura mendigam apoio, receber um patrocínio do porte que você me proporcionou para concretizar o sonho da publicação do meu primeiro livro e, de quebra, ter um lançamento do livro nessa proporção que estamos vivendo, só pode partir, mesmo, de homens visionários que, como você, lutam pela construção de um mundo mais justo e humanitário – afirmou Jota Menon.

Após os rápidos discursos dos organizadores do evento, o cantor Paulo Prado animou a Noite Cultural, enquanto os presentes se deliciavam com o coquetel oferecido pela Família do Instituto Dakila Pesquisas e a competente equipe da TV CH transmitia a festa ao vivo para o mundo todo.