Longe de casa: Símbolo do Pantanal, tuiuiú é avistado em Campo Grande Leitor também registrou gavião-belo e colhereiro, típicos da fauna alada do ecossistema pantanei - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 12 de outubro de 2020

Longe de casa: Símbolo do Pantanal, tuiuiú é avistado em Campo Grande Leitor também registrou gavião-belo e colhereiro, típicos da fauna alada do ecossistema pantanei

 Símbolo do Pantanal, tuiuiú foi avistado na tarde de domingo (dia 11) em Campo Grande, em lago na saída para Rochedinho. O registro foi feito pelo fotógrafo Vinícius Santana, que também fotografou gavião-belo e colhereiro, típicos da fauna alada do ecossistema pantaneiro.


“Saí para fazer fotos das araras e avistei aves que são exclusivas do Pantanal. Eu ando mais de 370 km para tira foto dessas aves.  Até me assustei porque só encontro para cima de Miranda, Passo do Lontra. Devido às queimadas, muitos estão deixando o Pantanal e procurando outros lugares para se alimentar”, afirma Santana.  De beleza exuberante, o tuiuiú chega a 1,4 metro de comprimento. A envergadura, distância entre as pontas das asas abertas, pode chegar a quase três metros. Pelo corpo, se espalham três cores: plumagem branca, cabeça e bico pretos e papo vermelho.


Com plumagem rosa-claro, o colhereiro mede de 80 a 90 centímetros de comprimento e tem o bico em formato de colher, característica destacada no nome.


O gavião-belo mede entre 46 e 53 centímetros de comprimento, com uma envergadura total que varia entre 1,10 e 1,30 metro. Em 2020, o Pantanal enfrenta incêndios que devoram o ecossistema.