Pressa parece ser só de escola, porque 74% dos pais não vão levar filho às aulas As aulas presenciais para alunos do Ensino Médio em escolas privadas da Capital poderão ser retomadas em 19 de outubro - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

sábado, 3 de outubro de 2020

Pressa parece ser só de escola, porque 74% dos pais não vão levar filho às aulas As aulas presenciais para alunos do Ensino Médio em escolas privadas da Capital poderão ser retomadas em 19 de outubro

 A pressa para a volta às aulas parece ser mesmo só da escola. Na enquete "Seu filho vai voltar às aulas no Ensino Médio dia 19?  74% dos pais responderam que não.  Para a professora Paula Belchior, mãe da estudante Laura, de 16 anos, que está no 2° ano do Ensino Médio, são vários os motivos que a faz decidir pelo "não".


"Primeiro, porque do dia 19 de outubro para o início de dezembro é um mês e pouco de aula, segundo que as escolas estão trabalhando para voltar com aulas intercaladas e dividir turmas. Se já fomos até aqui com o ensino on-line, vamos terminar o ano e aguardar uma posição da escola em relação a 2021", diz.  O terceiro ponto levantado pela mãe da adolescente é quanto aos professores. "Donos de escola, pais de aluno, pessoal da área de saúde, todo mundo foi ouvido para saber se o retorno era seguro, mas ninguém ouviu o professor. É ele que, na maioria das vezes, mora com pessoas idosas ou com comorbidades ou ele mesmo tem comorbidades, mas ele se sente pressionado a voltar pelo medo de perder o emprego", afirma Paula.


O questionamento que a mãe fez à própria escola foi este: "Vão oferecer todos os EPI's para os professores? O professor vai ter suporte em sala de aula? Porque você vê que tudo é responsabilidade do professor, se houver um foco de contaminação ou algo assim, a responsabilidade vai ser só do professor? É um risco que eu não gostaria de passar e não quero que ninguém passe só porque eu quero que minha filha volte às aulas", enfatiza.


A empresária Talita Laporte, que é mãe de um adolescente de 16 anos, ainda espera a manifestação da escola. "Eles não falaram nada ainda dessa decisão de retorno, se a escola voltar, eu analisaria por ele já ter 16 anos, já tem consciência dos devidos cuidados, mas depende do protocolo de biossegurança que a escola for adotar".


As aulas presenciais para alunos do Ensino Médio de escolas particulares de Campo Grande poderão retornar no dia 19 de outubro, conforme definido em reunião na tarde de quinta-feira (1º) entre representantes da Prefeitura, Ministério Público e representantes das instituições de ensino privado.