Buda do Lair é reeleito com a maior votação da história de Rio Negro* - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

segunda-feira, 16 de novembro de 2020

Buda do Lair é reeleito com a maior votação da história de Rio Negro*

A eleição deste domingo (15) em Rio Negro não só confirmou a aprovação pela população do trabalho realizado pelo atual prefeito Cleidimar da Silva Camargo, o Buda do Lair (PSDB), como também marcou história no município.

Ele foi reeleito com 75,59% do total de votos válidos e o escolhido de 2.155 eleitores, o maior número de votos já obtidos na cidade.

O segundo colocado, De Amorim (PP), obteve 632 votos, 22,17% do total. O outro adversário, Elio do Bico, obteve apenas 64 votos (2,24%).

Os números confirmam o que já era previsto desde o início da campanha. Em uma pesquisa realizada em setembro, Buda do Lair já aparecida com mais de 65% das intenções de voto, e se manteve assim durante todo o período eleitoral.

A chapa majoritária encabeçada por ele nas eleições deste ano foi formada também pelo Patriota e pelo PSD, que indicou o candidato a vice, Eronias Cândido de Resende.

Dos 3.784 eleitores de Rio Negro, 45 (1,51%) votaram em branco, 94 (3,14%) anularam os votos e 794 deixaram de votar, totalizando 20,98% de abstenção nas urnas.

*Política no sangue e amor por Rio Negro*
Nascido em Rio Negro, e hoje com 42 anos de idade, Buda do Lair só se ausentou do município uma única vez, que foi durante o período da faculdade, para poder se formar em administrador de empresas.

Filho dedicado à família e também à cidade natal, ele retornou para o município assim que concluiu os estudos, com o intuito de honrar o nome do pai, que também era político, e transformar Rio Negro em um lugar ainda melhor para se viver.

“Meu pai foi vereador, foi vice-prefeito e foi prefeito. Ele se chamava Lair Paes Camargo, por isso meu apelido, Buda do Lair. Esse é o meu legado”, contou.

Em 2012, com 34 anos, foi o vereador mais votado na cidade, conquistando 270 votos. Desde então, passou a trabalhar incansavelmente para transformar a cidade e ser o verdadeiro representante do povo. E seu esforço não foi em vão.

No segundo biênio daquele mandato, de 2015 a 2016, exerceu a função de presidente da Câmara Municipal de Rio Negro.

Nas eleições de 2016, com 38 anos, foi eleito pela primeira vez para comandar o município.

Agora, em 2020, a população reconhece o trabalho de Buda do Lair, garantindo a ele mais um voto de confiança.
Em resposta ele promete continuar no comando da cidade com o mesmo empenho de sempre.

Casado com Camila Alves de Freitas e pai da Valetina e do Lair Neto, nascido há apenas nove dias, Buda do Lair comemora a vida do filho, sua história e o reconhecimento e apoio que recebe do povo de Rio Negro.

“Graças a Deus a gente vem trabalhando e morando aqui. Minha vida se resume em Rio Negro. É por essa população que faço tudo isso”, afirmou.

*Vereadores eleitos*
Em Rio Negro são 9 vagas para vereador, sendo que a partir de 2021 o PSDB ocupará 4 delas. Isso porque o partido conseguiu eleger, além do prefeito, os vereadores: Nair Oliveira (214 votos), Professora Fabricia (206 votos), Hélio Rezende (153 votos) e Rico (145 votos).

Já o PSD elegeu os outros cinco, que foram: Nenê do Zé Relojeiro (297 votos), Evaldo Paes (267 votos), Valdir Fischer (217 votos), Professora Neuza (212 votos) e Marquinhos do PSD (163 votos).

“Fizemos 9 vereadores na coligação, um feito histórico aqui no município. Nunca nenhum prefeito conseguiu fazer os 9 vereadores. E nós conseguimos. Isso resume a nossa trajetória política”, finalizou o Buda.