Condenado por matar adolescente é preso quatro anos após o crime - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

quarta-feira, 25 de novembro de 2020

Condenado por matar adolescente é preso quatro anos após o crime

 Condenado a 16 anos de prisão por matar um adolescente em 2016, Dhonne da Silva Nascimento, 32, foi preso nesta terça-feira (24) em Dourados, a 233 km de Campo Grande.



Localizado por policiais do SIG (Setor de Investigações Gerais), da Polícia Civil, Dhonne era considerado foragido desde agosto passado, quando foi condenado pelo crime.


Com vários antecedentes criminais, sendo dois por porte de arma de fogo, ele foi localizado pelos policiais quando andava pela rua no Jardim Novo Horizonte, região oeste de Dourados.


Dhonne foi condenado pelo assassinato do adolescente infrator Vitor da Silva Macedo, o “Vitinho”, ocorrido no dia 14 de julho de 2016 na Vila Cachoeirinha, bairro da região sul de Dourados.


Com várias passagens pela polícia por assalto, furto e tráfico, Vitinho era acusado de participar do roubo à casa de empresário morador no Jardim Rasselen, em Dourados, em maio daquele ano, de onde foram levados um Camaro e duas caminhonetes.


O adolescente seguia de bicicleta quando foi atingido por dois tiros nas costas. O atirador estava na garupa de uma moto. Depois que Vitinho caiu no chão, o criminoso se aproximou e disparou mais dois tiros no peito. O rapaz chegou a ser levado para a UPA (Unidade de Pronto Atendimento), mas morreu em seguida.


Em agosto deste ano, Dhonne da Silva Nascimento foi condenado pelo crime. Segundo a polícia, o bandido é considerado de alta periculosidade e integra a facção criminosa PCC (Primeiro Comando da Capital).


Ele é acusado de outro homicídio semelhante, ocorrido em 22 de agosto de 2015 tendo como vítima Jackson Carvalho Padilha, na época com 22 anos de idade. O irmão de Dhonne, Carlos Alessandro da Silva, o “Lelê”, e Oeslen Fernandes de Araújo, o “Sabugo”, também são réus nesse caso.


O crime ocorreu na Vila Cachoeirinha. Jackson seguia de moto quando foi alvejado a tiros por pistoleiro na garupa de uma moto. Ele chegou a pilotar a moto por 80 metros, mas caiu na rua e morreu. A investigação policial apurou que Jackson tinha rixa com os irmãos Dhonne e Alessandro. Esse processo ainda está em andamento.