Ritmo acelera e crescimento já é de quase 50% em internados pela covid - - CANAL MS

LEIA TAMBÉM

Campo Grande (MS),

Post Top Ad

terça-feira, 24 de novembro de 2020

Ritmo acelera e crescimento já é de quase 50% em internados pela covid -

 Mato Grosso do Sul registra 503 novos infectados pela covid-19 e cinco mortos pela doença, contabilizados até a manhã de hoje (23). Segundo boletim da SES (Secretaria Estadual de Saúde), o Estado acumula 92.970 casos confirmados e 1.727 óbitos desde o início da pandemia.


Entre as novas vítimas pelo novo coronavírus estão duas idosas, de 68 e 79 anos, de Campo Grande; um idoso, 81, em Cassilândia; um idoso, 73, em Três Lagoas; e um idoso, 91, em Dourados.


Com média, na última semana, de 4,9 mortes por dia, há muitas infecções registradas entre jovens, de 20 a 35 anos, que segundo o titular da pasta, Geraldo Resende, têm desrespeitado regras contra a pandemia da covid-19: “Essas pessoas são as portadores do vírus para os idosos. Quem está saindo, frequentando boate, deixando de usar máscara, está levando o vírus para casa e será responsável pela morte de seus familiares, de seus pais, avós e das pessoas mais idosas no recinto de suas casas”.


Ele menciona que há duas semanas atrás, Mato Grosso do Sul acumulava 200 pessoas internadas em hospitais diariamente. Nesta segunda-feira (23), são 314 pacientes em leitos clínicos e de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) se curando da doença - a média dos últimos sete dias, inclusive, ultrapassa 280 internados. “Aumento principalmente em hospitais privados”.


Resende pede “compromisso com a vida” por parte dos novos gestores municipais, e que sigam as medidas impostas pelo governo estadual. “Processo eleitoral já se findou, não temos segundo turno [...] e agora é trabalhar e pensar no processo que temos”. São 7.354 casos ativos com a doença rastreados pela SES.


Campo Grande registrou 345 novos casos nas últimas 24 horas, chegando a 42.134 casos confirmados. A Capital, inclusive, é a terceira no ranking de incidência - quantidade total de infectados em relação à população residente. -